Viaje tranquilo: 3 dias sem regar as plantas

Época de férias, festas de fim de ano, passeios e visitas. Todo mundo sai de casa. E como ficam as plantas? Como ter certeza de que, ao regressar, as verdinhas estarão bem? Pra você não matar suas plantas de desidratação e por o pé na estrada sossegado, nossa jardineira Carol Costa apresenta a “Viagem Sem Treta”, uma série de vídeos ensinando técnicas para manter seus vasos, varandas e jardins úmidos o suficiente até a volta pra casa. Pegue o regador, encha de água e assista neste episódio 1 três regrinhas para deixar suas plantas hidratadas e saudáveis por até 3 dias, enquanto você curte suas mini férias. Bora lá!

Regra 1: molhe bem


A melhor forma de garantir que suas plantas estarão bem hidratadas é a rega de imersão. A técnica serve também para dar um "up" caso você tenha saído, curtido o fim de semana e, ao chegar em casa, deu de cara com uma folhagem murcha e caidinha – aí é uma rega de emergência. Pegue um balde ou qualquer recipiente grande e coloque o vaso de planta dentro dele. Encha o recipiente com água, tomando cuidado para não ultrapassar a borda do vaso. O líquido deve entrar por baixo do vaso e não por cima. Deixe a plantinha nesse "banho" por uma ou duas horas, no máximo. Depois, é só tirar o vaso e deixar o excesso de água escoar. Importante: o vaso PRECISA ter furos para a água não ficar acumulada. Tem muitos vasos? Pode usar uma banheira ou até mesmo o tanque de lavar roupas. Junte todos lá dentro e encha de água até pertinho da borda do menor vaso. Se as plantas estão num jardim ou canteiro, aí não tem como fazer a rega por imersão – mas calma que tem jeito. Há uma outra técnica, inventada pela louca das plantas, na qual você usa um esguicho e molha os canteiros enquanto canta um "Parabéns a você". Dá uma olhada clicando aqui.

Regra 2: vasos agrupados


Outra forma de manter as plantas hidratadas por mais tempo é juntando todos os vasos num único local. Juntinhos, há menos circulação de ar e a evaporação ocorre mais lentamente. Não tem problema se parecer meio bagunçado. A intenção é deixar as plantas úmidas. Na volta pra casa, você só precisa arrumar cada uma no seu cantinho novamente. Fique certo de que irá encontrá-las vivas no seu retorno, isso é o que vale.

Regra 3: prato com pedras


Num prato ou numa vasilha bem rasa, coloque pedrinhas. Não use argila expandida ou areia. Tem que ser pedriscos, cascalhos ou qualquer pedra pequena. Encha o prato com esse material e comece a colocar água até quase cobrir as pedrinhas. Aí é só pegar os vasinhos pequenos e colocar sobre as pedras. Tente cobrir o máximo possível o prato – isso evitará espaço para perda de água por evaporação. Essa técnica faz com que a umidade nas pedras possa "subir" pelos espaços entre os vasos e os furos do vaso.

Plantas que precisam de regas constantes


As plantas que mais sofrem por escassez de água são espécies de folhas moles, hortas, mudinhas e aquelas de vasos menores. Árvores, cactos e suculentas, bem como espécies arbustivas e plantas de sol e vento resistem numa boa a ausência de água por três dias. Opa, sua viagem é de 5 dias? Hum, então se inscreve no canal, aciona o sininho que já tá subindo o vídeo com as dicas para o sortudo que viajará por até 5 dias.

Aqui em baixo tem algumas opções de medidores de umidade, luxímetros e peagâmetros e, na loja Minhas Plantas, tem mais ferramentas, além de livros, adubos, vasos e cachepôs.

Minhas Plantas recomenda