Como ter sementes de rosa-do-deserto

Rosa-do-deserto dá sementes e isso, nem todo mundo sabe. E, um número menor ainda, sabe que dá pra reproduzir essa planta através dessas sementes, como produtores profissionais fazem em suas estufas. Nossa jardineira Carol Costa ensina como conseguir as sementes da rosa-do-deserto, plantá-las e produzir suas mudinhas, aí na sua casa.

Florir pra ter sementes


De origem africana, a rosa-do-deserto (Adenium obesum) gosta de solo bem drenado, calor e muito sol, o que já garante que a planta se desenvolva bem na maior parte do Brasil. Nas condições certas, a planta floresce e aí, pode ser polinizada. Depois da polinização, a rosa-do-deserto desenvolve uma vagem grande que, ao ficar madura, estoura e espalha suas sementes. Percebe que o caminho pra você ter as sementes é a partir da floração? Se sua rosa-do-deserto não dá flor, veja se ela está recebendo sol o suficiente – não é claridade, é raio solar nas folhas o dia todo. É planta de deserto, verdim. Se ela já recebe bastante sol, tente lembrar da última vez que você adubou a moça. Carol recomenda o Bokashi, um adubo bem completo com macro e micronutrientes.

Como polinizar as flores


Se a rosa-do-deserto deu flores, é hora de dar uma mão pra mãe natureza e fazer cosplay de abelha – sim, você aprenderá a fazer a polinização. Importante: é preciso duas rosas-do-deserto florindo, já que a planta não consegue se fecundar com suas próprias flores. Com bastante jeito e usando um palito de dente, colha o pólen de uma flor e coloque dentro de outra de outra rosa-do-deserto. Nossa professora jardineira mostra em detalhes como é feita a polinização. É preciso exercitar, não só a polinização, como a paciência, pra pegar o jeito.

Preparando as sementes


Aqui vai outro truque: amarre as vagens antes que elas fiquem maduras e assim, evite que ela se abra e você perca as sementes. Carol usa araminhos de pão de forma pra manter a vagem fechada até que chegue o momento da colheita, que é quando a estrutura fica com um tom amarronzado e começa a se separar. Assim que a vagem se partir, separe cuidadosamente as sementes e deixe-as num local pra que elas possam secar. Plante só depois de alguns dias.

Semeando a rosa-do-deserto


Em um vasinho com substrato pra mudas, plante uma semententinha e regue cuidadosamente, sem exageros. Mais um momento pra exercitar a paciência: a rosa-do-deserto leva cerca de cinco meses pra alcançar de dez a quinze centímetros de altura. Você verá que, a partir de sementes, os formatos dos caules, tamanhos e até as flores que a planta desenvolverá será bem diversa.

Formando o caudex


Planta grandinha, é hora de passá-la pra um vaso maior e, esse é o momento pra você decidir se quer uma rosa-do-deserto com o caudex mais amplo ou uma planta mais alta. Se quer raízes mais grossas, com aquele jeitão de árvore, escolha as raízes maiores e coloque-as pra cima do substrato, como Carol mostra no vídeo. Mantenha as raízes protegidas com palhinhas protetoras pra que ela não resseque e, conforme a planta for enraizando, vá tirando as palhinhas aos poucos.

Ufa... é um exercício de paciência mas, sua recompensa será uma rosa-do-deserto que você acompanhou desde o nascimento. É emocionante, né?

Materiais e plantas mostrados no vídeo:
rosa-do-deserto (Adenium obesum)
Forth Bokashi
palito de dente
pincel
arame
substrato pra mudas
areia
vasos
palhinhas protetoras

Figurino:
Carol usa vestido Fillity

Onde comprar as plantas do vídeo:
Atmosphera Plantas & Paisagismo

Inscreva-se na Universidade Minhas Plantas

Minhas Plantas recomenda