Manutenção das flores usando o calendário biodinâmico

Os trabalhos no cantinho verde continuam e, não importa se é um jardim, um canteiro, os seus vasos da varanda ou uma horta inteira: vale seguir as orientações da nossa jardineira Carol Costa, nesta série de vídeos sobre reforma no jardim. Acompanhe este segundo episódio sobre flores.

Reforma em etapas


Quando o assunto é manutenção do espaço verde, é muito importante definir quais etapas serão feitas. É bem comum a gente se empolgar pra trabalhar na terra e, quando percebe, já é fim do dia. O planejamento do que será executado na reforma do jardim é uma mão na roda. Se perdeu o primeiro episódio dessa série, tem link aqui. Uma regra legal pra usar sempre que quiser reformar seu espaço verde: tire as coisas pra ter uma melhor noção do espaço. Retire os vasos do local, separe os materiais e veja quanto espaço livre consegue pra fazer seu replantio.

Microclima do seu jardim


Espaços limitados possuem, além do clima que conhecemos, o que chamamos de microclimas. Pode ser um dia ensolarado, mas no seu jardim, talvez exista um espaço sombreado por um arbusto. Ali, na base da planta, espécies de sombra podem se desenvolver. Umidade, quantidade de luz solar, vento e calor variam muito de acordo com o entorno do jardim: muros, árvores, correntes de ar e outros fatores podem criar um microclima em cada espaço plantado. Fique de olho nele. No vídeo, Carol mostra como uma falsa-verbena (Aloysia triphylla) que cresce demais ou, um capim-limão (Cymbopogon citratus) pode sombrear uma parte do canteiro.

Manutenção das orquídeas


Como o dia escolhido de acordo com o calendário biodinâmico é pra cuidar de flores, Carol separa as orquídeas que dividem o espaço com a horta pra cuidar dessas verdinhas. Transplantes de vasos, verificação das condições das orquídeas e a troca de substrato são as tarefas principais desse dia de reforma.

Melhorando o substrato


Aproveite o momento da reforma pra melhorar o solo: afofe o substrato e use um bom adubo, como o Bokashi. Também é hora de acrescentar mais palhinhas protetoras sobre a terra. Assim, as plantas que nascerem no espaço terão boas condições de se desenvolverem ao máximo. Ah, e notou o movimento do sol no jardim durante essa aula? Se não notou, vale dar uma revisada no vídeo, é realmente impressionante!

Materiais e plantas mostrados no vídeo:
Bokashi, da Forth Jardim
vaso modelo Sampa, da Vasart
esfagno
tesoura de desbaste
grampo de cabelo

Figurino:
Carol usa camiseta Loja Botânica e short do acervo

Universidade Minhas Plantas - clique aqui pra se inscrever ou, se já é aluno, clique aqui.

Calendário Biodinâmico - CalBio: versão Android e IOS

Minhas Plantas recomenda