Formigas na plantas, o que fazer

Não importa se você mora em prédio, casa térrea, no campo ou na cidade... se tem plantas por perto, pode ter certeza de que, uma hora, aparecerão formigas. Mas, de onde vem este exército de insetos insistentes e incansáveis? E por qual motivo? Nossa jardineira Carol Costa explica sobre esses pequenos mensageiros e o que eles contam sobre seu jardim e suas plantas.

Qual é o tipo de formiga


Antes de tudo, é bom entender que existem 2 grupos de formigas: aquelas miudinhas, que gostam de substâncias doces e, as cortadeiras, que saem por aí fazendo poda em planta sem permissão. Cada um desses grupos aparecem por razões distintas e precisam de estratégias diferentes para espantá-las do quintal.

Formigas que gostam de substâncias doces
As formiguinhas pequeninhas, daquelas que não podem ver um açucareiro, estão sempre atrás de algo doce. E, encontram isso nas plantas – na verdade, nos pulgões e cochonilhas que certamente existem nas espécies do seu jardim e vasos atacados por formigas. Principalmente os pulgões, que sugam a seiva da planta e acabam gerando um resultado nojento pra gente e um verdadeiro banquete para as formiguinhas: seu cocô doce.

Como explusar as formigas miudinhas


Para que as formigas miudinhas desapareçam do seu jardim e vaso de plantas, não adianta brigar com elas. O que atrai esse exército são outros serezinhos, também não muito queridos e, são eles quem você deve expulsar primeiro. Para combatê-los, use receitas bem simples como um banho com sabão de coco, ou então óleos, como o mineral ou de neem. Essas duas estratégias acabam afogando as cochonilhas e pulgões. Também vale borrifar o preparado que nossa louca das plantas sempre recomenda: o detox contra pragas. É natural e, tem um vídeo com a receita aqui.

As formigas cortadeiras


O segundo grupo de bichinhos são mais espaçosas, e possui soldados maiores. As formigas-cortadeiras, também conhecidas como saúvas, são mais fáceis de serem reconhecidas. Se tiver uma fileira de formiguinhas carregando folhas, pode seguir a trilha. De um lado, tem um formigueiro enorme e, na outra ponta, pobres plantas que são o alvo das cortadeiras. O mais interessante, é que elas não comem as folhas e sim, usam essa matéria orgânica para cultivar um tipo de fungo, que é seu verdadeiro alimento.

Porque sugerm formigas cortadeiras


Formigas cortadeiras aparecem em solos compactados, bem pobre em nutrientes e, com falta de molibdênio. Antes de sair despejando macros e micronutrientes, vale muito entrar em contato com um agrônomo ou engenheiro florestal, porque adubação deve ser a solução, não um problema. Só alguém especializado conseguirá analisar o solo e dizer a dosagem exata pra adubação surtir efeitoanalisar o solo. O que tá liberado e não tem contra-indicação é usar coberturas (as
palhinhas protetoras) e diversificar bastante as espécies plantadas no local.

O trabalho que as formigas fazem no solo


Quando surgem, as formigas cortadeiras trazem o recado de que o solo está muito compactado e bem pobre. O interessante é que essas formigas cortadeiras, assim como os cupins, que também surgem em locais parecidos, fazem um super trabalho de recuperação natural. Esses minúsculos operários trazem os nutrientes lá do fundo, pra superfície do solo; criam túneis que irão arejar e deixar a terra mais fofa; atrairão predadores, como pássaros e outros animais, que adubarão o solo com suas fezes. Aos poucos, o que era um local bem pobre, começa a dar espaço pra um substrato mais propício pra outras sementes germinarem. A natureza faz seu trabalho silencioso.

Dicas para combater formigas cortadeiras


E como combater as cortadeiras? Claro que, tratando o solo, você resolve o problema de uma vez mas, como paliativo, pode usar dois truques bem simples.
1 - impeça o acesso. Uma barreira de lã em volta da planta ajuda bastante, já que as fibras deixam o caminho das formigas bem complicado pra transpor esse fofo obstáculo. Pegue aquele novelo fofinho de linha de crochê ou tricô, dê uma bela desfiada e faça um cercadinho em volta da sua planta.
2 - sementes de gergelim. Use sementes cruas, espalhadas próximo do formigueiro. Os insetos levarão a semente pro cultivo no formigueiro e, o tipo de mofo que o gergelim acaba gerando bagunça todo o processo de cultivo das formigas. O resultado será formigas passando fome. É a forma mais cruel entre as soluções, então, que tal manter um ambiente para todos, plantas e bichinhos? Se diversificar, tudo fica bem equilibrado e a própria natureza se encarrega de não haver excessos – nem do lado das formigas, que só querem alimento, nem do nosso lado, que só queremos só um local verde. Bota mais espécies de plantas neste gramado que o jogo fica mais bonito!

Minhas Plantas recomenda