Tudo sobre orquídeas Dendrobium

Dendrobium é aquela orquídea ideal pra quem tá começando. Flores grandes, fácil de cuidar e não reclama se você atrasar um pouquinho a rega. Nossa jardineira Carol Costa conta tudo sobre os Dendrobium, as famosas orquídeas olho-de-boneca.

Muitas combinações de cores


As orquídeas do gênero Dendrobium são bem conhecidas pelo seu nome popular, principalmente pelas plantas que dão flores com miolo bem escuro e um contorno branco – daí o olho-de-boneca (Dendrobium hybrid). Essas são plantas híbridas, ou seja, teve a mão do ser humano pra selecionar as espécies que mais se parecesse com aqueles olhos bem característicos de desenho: grandes e expressivos. Uma das características do Dendrobium é exatamente a sua grande variedade, com flores de vários tamanhos e cores. Carol mostra no vídeo alguns exemplares, com flores roxas, brancas e lilases. Algumas não possuem o miolo escuro, como apresenta nossa louca das plantas: uma variedade branca com o miolo esverdeado! Todas as plantas do vídeo foram produzidas pelo Grupo Terra Viva

Caule que armazena nutrientes


Outro ponto que ajuda você a identificar um Dendrobium é o seu caule. Ele é alongado e lembra bastante uma cana-de-açúcar, com segmentos bem marcados. Se comparar com uma Phalaenopsis, outro gênero bem popular de orquídeas, você nota que as folhas do Dendrobium são mais flexíveis. Isso porque é no caule, aquela estrutura gordinha, que o Dendrobium armazena água e nutrientes, e não nas folhas, como faz a Phalaenopsis. O nome desse caule com jeito de caninha é pseudobulbo.

Floresce por um longo período


As flores surgem bem pertinho do caule, pertinho de onde as folhas crescem. O gênero Dendrobium dá muitas flores, e não são todas de uma única vez. Você notará a planta se enchendo de botõezinhos e aos poucos, flores se abrem enquanto novos botões aparecem. É flor que não acaba mais!

Mantenha o caule da planta


Depois da florada, você notará que o caule começa a ficar mais enrugado e seco, sem folhas e com palhinhas aparecendo em toda parte. Não descarte o caule! Segura a tesoura, porque ainda tem muitos nutrientes nessa estrutura e eles servirão pra que os novos caules se desenvolvam. A planta passará por uma dormência, enquanto o caule avô fornece os nutrientes pro caule pai ficar forte e, novos bebês se formarão. É o famoso avô-pai-filho que nossa querida jardineira ensina no
Curso Orquídeas sem Frescura, da Universidade Minhas Plantas

Colocando uma Dendrobium na árvore


Plantar Dendrobium é bem fácil, você só precisa de esfagno pra envolver a raíz e, se quiser, amarrar a planta numa árvore! Use uma rede pra amarrar a planta e o bolinho de esfagno junto ao tronco. Tem um vídeo onde nossa professora verdinha prende uma Vanda numa árvore, o link tá aqui embaixo.

Como tirar mudas


Se quiser tirar mudas de Dendrobium, é só ficar de olho e encontrar os keikis, mudas que nascem no caule. Você notará uma brotação com algumas raízes. Escolha um keiki que tenha pelo menos três raízes do comprimento do seu dedo. Aliás, essa é a única ferramenta que você precisa pra remover os keikis – seus dedos. Com uma torcidinha, você destaca o brotinho da orquídea olho-de-boneca. Envolva as raízes com esfagno molhado e prenda-o num vaso. Aqui tem uma dica: se o vaso for definitivo, posicione a planta na borda do vaso, não no centro. Se quer mimar seus keikis, molhe o esfagno com água mas, dilua um pouquinho de Bokashi.

Materiais e plantas mostrados no vídeo:
Dendrobium, do Grupo Terra Viva
esfagno, da All Garden
tesoura Limmat 710, na Net Shopping Garden
adubo Bokashi, da Yes, We Grow!

Mais links:
Universidade Minhas Plantas
Como prender uma orquídea numa árvore
Orquídeas com raízes pra fora do vaso
Bokashi: como usar

Minhas Plantas recomenda