Dicas pra cultivar manjericão em casa

O manjericão vai muito bem em molhos, na pizza e no preparo do clássico pesto. Mas, será que ele vai bem aí na sua casa? Nossa jardineira Carol Costa mostra neste vídeo os truques e dicas pra você cultivar uma ou muitas das variedades de manjericões em vasos ou na horta da sua casa. Vem!

Mais de 60 espécies


Muito conhecido, o manjericão (Ocimum basilicum) possui uma enorme variedade pra todos os gostos, são mais de 60 espécies, olha só: tem o manjericão-roxo, com suas folhas bem escuras; o "Grecco a Palla", com um sabor que lembra o cravo; o "Limoncino", com um suave perfume cítrico; o "Gennaro de Menta", com folhas largas e que traz um saborzinho mentolado; o "Folha de Alface", que tem folhas tão grandes, que leva no título o nome de outra planta bem conhecida.

Quanto mais Sol, melhor!


Seja qual for a variedade escolhida pra você cultivar, uma coisa é certa: manjericão precisa de muito Sol! Se o local escolhido recebe oito horas de luz solar, será perfeito. A planta até se desenvolve com menos luz mas, dá pra notar que o crescimento é menor em relação a um manjericão de Sol pleno. No vídeo, Carol mostra duas plantas, exatamente da mesma espécie e variedade, e dá pra notar que o manjericão que recebe menos Sol tem cores menos firmes, as folhas mais baixas caem e, existe um espaço maior do entrenó.

Folhas pra você, flores pras abelhas


O manjericão é ótimo pra atrair abelhas, inclusive as sem ferrão. Na horta da Carol, as abelhinhas jataís fazem a festa nas delicadas flores do manjericão, que crescem em hastes nas ponteiras dos ramos. O manjericão florido possui menos perfume em suas folhas mas, se você gosta de ter bastante vida no seu jardim e quer manter a amizade com os polinizadores, deixar as flores ou, ao menos algumas hastes floridas, será um ato generoso – tem manjericão pra todo mundo!

Cultive e coma


Sem Sol aí na sua casa? Ainda assim dá pra cultivar e ter folhas perfumadas de manjericão pra usar em suas receitas. Compre um vaso de manjericão bem formado, o que garante uma massa maior de raízes e, não tenha pena: consuma! Essa planta dificilmente dará flores sem o amigo Sol, então, aproveite e faça pestos, brusquetas, manteiga de ervas, ou, use em outras receitas – dá até pra perfumar e saborizar drinks!

Poda pra formação e estacas


Pra manter o manjericão bem formado, use a tesoura. Podas fazem com que uma haste se ramifique em duas e, assim, sucessivamente. Se não for consumir a planta cortada, use as hastes pra fazer estacas. Fique de olho no calendário pra saber qual é a Lua: se for Lua Cheia, é a data perfeita pra estacas; pra formar aquele manjericão bem cheio, faça as podas durante a Lua Minguante. Ao fazer estacas, corte dois terços das folhas e descarte as de baixo, pra que a planta não se desidrate tão rápido até que o manjericão forme novas raízes.

Adubo, rega e Sol


Pra manter seu manjericão bonitão, é só caprichar nas regas, oferecer o máximo de Sol e adubar. Use o Bokashi, que tem macros e micronutrientes, e coloque cerca de 1 colher de sopa desse adubo a cada quinze ou vinte dias. Ah, e não esqueça de podar!

Materiais e plantas mostrados no vídeo:
tesoura de desbaste
Forth Bokashi
manjericão-roxo
vaso Cubo, da Vasart

Figurino:
Carol usa vestido do acervo pessoal

Links:
Universidade Minhas Plantas

Minhas Plantas recomenda