Zamioculca black: como plantar em um vaso

A zamioculca black é uma planta que nasceu pra fazer sucesso. Cheia de estilo como a versão normal, mas numa versão "black-tie", com aquela aparência que que a planta está vestida pra uma festa de gala, pronta pra receber um prêmio! Nossa jardineira Carol Costa mostra em detalhes essa belezura chamada zamioculca black e ensina a fazer um arranjo super estiloso.

Zamioculca é planta resistente


A zamioculca (Zamioculcas zamifolia) caiu nas graças dos amantes de plantas pela sua beleza e também por ser muito resistente e não precisar de muitas horas de sol. Só esses dois pontos já transformam a planta numa estrela do espaço interno, seja em casas ou estabelecimentos comerciais. Além disso, a zamioculca é bem resistente e suporta um pouco mais ficar sem regas, já que suas raízes possuem estruturas que servem de reservatório de água e nutrientes. Nossa louca das plantas já fez um vídeo sobre a versão verde da planta (tem link aqui) e os cuidados pra zamioculca black são exatamente os mesmos.

Folhas negras naturalmente


Se a planta verde já é linda, imagina o quanto uma zamioculca com folhas negras pode deixar as pessoas boquiabertas. A cor da folhagem é natural, esqueça técnicas de pintura, tintas especiais ou mesmo maquiagem. Tanto é natural que, ao nascer novos brotos da planta, as folhinhas são verdes, mas um verde beeem chamativo. Aos poucos, a folhagem do ramo novo da zamioculca black vai passando de um verde limão pra algo mais escuro, até chegar ao negro.

Como fazer um arranjo com a zamioculca black


Pra fazer o arranjo, Carol escolhe um recipiente charmoso, no mesmo nível da zamioculca black: um vaso esmaltado bem classudo. Lembra que essa espécie não gosta de acúmulo de água? O vaso é furado e ainda receberá uma camada de drenagem bem generosa. Como o recipiente é bem pesado, uma boa sacada é usar algo leve, como pedaços de isopor e ainda, um vaso plástico de boca pra baixo. Antes de colocar o substrato com fibras de coco triturada e carvão, nossa querida jardineira usa um pedaço de perflex como manta de drenagem, pra evitar que a terra acabe passando pra camada do isopor.

Replantando no vaso


Depois de remover a planta do vaso, Carol separa um pouco os ramos da zamioculca black, assim o arranjo fica com um desenho mais natural e orgânico. Sobrou substrato do produtor, pode colocá-lo no vaso – lembre-se que quem produz a planta sabe bem o que ela precisa!. Firme bem o substrato, pra que a planta não fique balançando.

Areia branca pra destacar as folhas negras


Pra dar aquela iluminada e destacar ainda mais as folhas negras da zamioculca black, Carol usa como acabamento areia pra aquário. Não é aquela areia branca em excesso, ela é clara o suficiente pro arranjo ficar incrível, mas sem desbalancear o pH do substrato.

Como regar a zamioculca black


Antes de regar, use o dedômetro: toque com a ponta do indicador o substrato e, se o dedo tiver terra, não regue. Só molhe a planta quando ao tocar o substrato o dedo sair completamente limpo. Pra rega, Carol usa um pulverizador de pressão acumulada, assim não bagunça a areia e consegue direcionar o jato de água na base da planta, evitando as folhas.

Esse espetáculo de planta chegou ao Brasil recentemente, através do Grupo Terra Viva, que já é o maior produtor de zamioculcas verdes do nosso país. Se você se encantou pela zamioculca black e deseja adquirir uma dessas plantas, procure em gardens centers da sua região. Se não achar, pode falar com o vendedor ou o gerente e pedir pra adquirir a zamioculca black através do Veiling Holambra.

Plantas e materiais mostradas no vídeo:
zamioculca black, do Grupo Terra Viva
vaso esmaltado, à venda no Net Shopping Garden
isopor
perflex usado
substrato pra mudas, da All Garden
fibra de coco
pedaços de carvão triturado
areia pra aquário
pulverizador de pressão acumulada, da STIHL

Inscrições pra próxima turma da Universidade Minhas Plantas - clique aqui.

Minhas Plantas recomenda