Técnicas e segredos pra cura da fava de baunilha

Conhece a fava da baunilha? Essa maravilha perfumada e saborosa é a vagem que se forma da flor da orquídea que leva o mesmo nome. Nossa jardineira Carol Costa já mostrou como cultivar, polinizar, colher as vagens e, agora, apresenta o resultado das três técnicas de cura das favas da baunilha. Você ainda fica sabendo três segredos em primeira mão! Dá o play pra assistir este vídeo delicioso!

Baunilha é orquídea


Pra quem não viu os vídeos anteriores (os links estão no fim do texto) e quer saber mais sobre a planta, aqui vai um resumo rápido: a baunilha (Vanilla planifolia) é uma espécie do gênero Vanilla e a única de todas as orquídeas que gera um alimento pros humanos. Essa é uma verdinha terrestre e trepadeira, de desenvolvimento lento – mesmo assim, seu cultivo rende uma recompensa deliciosa pra quem tem paciência.

Da muda às favas de baunilha


Falando em paciência, nossa louca das plantas cultivou sua baunilha desde uma simples mudinha. Sem flores e com um jeito bem simples, principalmente pra quem tá acostumado a cultivar orquídeas. Depois de 10 anos, a orquídea cresceu, deu flores e rendeu algumas colheitas de vagens de baunilha. Esse tempo todo se transformou em algumas dicas que você não vê por aí e que, nossa apresentadora jardineira compartilha com você agora!

Segredo #1: A seiva pode ser irritante


Quando Carol precisou podar a planta pra uma reforma na fachada do prédio onde cultivava sua baunilha – sim, dá pra cultivar a planta até em um apartamento! – ela aproveitou pra fazer algumas mudas. E, descobriu literalmente na pele, que a seiva da orquídea pode causar irritação. Coceira e vermelhidão foi o resultado de um pingo da seiva no braço. Tome cuidado ao cortar a planta, lave as mãos e mantenha os dedos longe dos olhos. Depois que o corte da planta secou, não existe problema em manuseá-la.

Segredo #2: como fazer a cura das vagens


Quem viu um dos vídeos (clica aqui) , sabe que Carol conseguiu polinizar várias flores da sua baunilha e o esforço valeu a pena: a planta produziu 58 vagens. Mas, como tudo na Vanilla planifolia é leeeento, o processo de cura também foi algo demorado. Nossa jardineira pesquisou e encontrou três técnicas diferentes pra conseguir transformar aquela vagem verde e sem graça na fava de baunilha perfumada que conhecemos.

Ferver ou secar naturalmente a fava


Duas das técnicas envolvem colher a vagem ainda verde, após nove meses desde a polinização da flor e, aguardar que essas favas sequem naturalmente. A diferença é que em um dos métodos, as favas são fervidas rapidamente (tem vídeo aqui) e, o outro sistema é apenas aguardar a secagem naturalmente. A secagem, em ambos os casos, levou sete meses. Enquanto a técnica da vagem fervida deixou a fava bem mais cheirosa no início e com o jeitão que conhecemos e encontramos nos supermercados, o método da secagem natural rendeu uma fava mais perfumada no fim do processo.

Secagem na própria baunilha


A terceira técnica envolve não colher a vagem e aguardar que ela seque na planta. O resultado desse método não foi dos melhores: a vagem se partiu no processo de secagem in natura e, grande parte das sementes – o que usamos nas receitas – acabou se perdendo. Das três técnicas, essa é a menos indicada.

Segredo #3: mudas pegam melhor em esfagno


Por ser uma orquídea terrestre, as mudas de baunilha são plantadas diretamente no substrato. Carol fez um teste (quem é da Universidade Minhas Plantas conhece o lema "testa, verdinho!") e, percebeu que a muda plantada num berçário de esfagno se desenvolveu mais rápido, criando raízes em tempo recorde, como você pode ver no vídeo. Esfagno é um tipo de musgo muito utilizado no cultivo de orquídeas epífitas.

Dica bônus


Tem truque pra baunilha se desenvolver mais rápido? Sim, dá pra dar uma mãozinha pra natureza fornecendo adubo na quantidade certa, logo no início. Mistura Bokashi líquido na água que usará pra hidratar o esfagno. Essa ajudinha extra será importante pra planta bebê e você já começa o cultivo do pé de baunilha com o pé direito! ;-)

Materiais e plantas mostrados no vídeo:
musgo esfagno, da All Garden
Bokashi líquido, da Yes, We Grow!

Figurino:
Carol usa vestido da FARM

Como cultivar e polinizar orquídea baunilha
Cultivando favas de baunilha em casa
Baunilha: como cuidar, colher e curar as vagens

Inscreva-se no grupo do Telegram (o nosso "Telegreen") https://t.me/minhasplantas
Universidade Minhas Plantas
Loja Minhas Plantas

Minhas Plantas recomenda