Por que é difícil germinar sementes de orquídeas

Sementes de orquídeas existem mas, elas são difíceis de germinar. Se você tem curiosidade pra saber como essas plantas nascem através de sementes ou, comprou algumas pela internet e se pergunta o porquê delas não darem novas orquídeas, este vídeo é pra você. Nossa jardineira Carol Costa explica e mostra como é o trabalho de gerar novas orquídeas através de sementes.

Milhares de sementes


Na natureza, as orquídeas se reproduzem por sementes, mas é algo tão difícil que a própria planta criou mecanismos pra garantir que seus descendentes surjam no mundo: cada cápsula de sementes possui milhares delas e, são tão pequenas, que mais parece um pó do que sementinhas como estamos acostumado a ver por aí. Em grandes quantidades, a planta aumenta as chances de, ao menos uma, se tornar uma orquídea. Isso porque, pra semente germinar, é preciso que um fungo chamado Micorriza atue sobre a minúscula casca da semente pra que ela germine.

Dentro de um laboratório


E, como são cultivadas as orquídeas que encontramos em garden centers e floriculturas? São plantas geradas em laboratório, em um ambiente controlado pra garantir que novas plantas surjam. Carol esteve em um dos laboratórios do Ven Flor, um produtor de plantas especializado em orquídeas, pra mostrar todas as fases do crescimento da planta.

Meristemia e clonagem


O jeito mais garantido de reproduzir uma orquídea, até pra um laboratório, é através de uma técnica chamada meristemia, ou cultura de tecido, onde um pedacinho da planta gera clones da orquídea matriz. Essa parte pequenininha da planta é colocada num tubo com um meio de cultura, uma substância com nutrientes pra que ela se desenvolva. Depois de três meses, as plantas que ali se desenvolveram são separadas e passam pra tubos individuais. Depois de oito meses, ela vai pra um recipiente maior e ficam de seis à sete meses. Só depois disso, é que elas vão pra estufas, pra crescerem. Ufa!

Como reproduzir orquídeas em casa


Se você quer reproduzir orquídeas em casa, as formas mais garantidas são por estacas, keikis ou brotações laterais. Tem um montão de aula sobre reprodução dessas plantas incríveis na Universidade Minhas Plantas, tanto no tema Orquídeas sem Frescura quanto no Como Tirar Mudas.

Quer ser aluno da Universidade Minhas Plantas? Clica aqui pra você fazer sua assinatura!

Agradecimentos:
Ven Flor

Minhas Plantas recomenda