página inicial / vídeos

3 dicas para começar hoje e ter orquídeas lindas sempre

Ganhou sua primeira orquídea e tem dúvida de como cuidar da sua planta? Nossa jardineira Carol Costa ensinará neste vídeo 3 dicas super importantes para quem quer começar com o pé direito e manter sua planta sempre saudável, feliz e manter suas flores por mais tempo.

Raios de sol fraquinho para orquídeas mais fortes


A primeira dica é algo bem básico, mas poucas pessoas avisam os felizardos que compram ou ganham uma orquídea: essas plantas gostam e precisam de sol. A grande maioria das plantas da família Orchidaceae nascem e crescem em locais sombreados, mas elas precisam de luz solar para se desenvolver bem. Então, providencie um local próximo de uma janela, onde sua orquídea possa receber os primeiros raios solares da manhã. Nada de deixar a planta esturricando embaixo de um sol escaldante, mas aquele sol fraquinho da manhã fará um bem enorme para sua orquídea.

Regar em abundância mas sem acúmulo de água


Segunda dica: água. Orquídeas devem ser regadas com generosidade. É um mito pensar que por serem plantadas em substrato e viverem em árvores (a maioria são epífitas), as orquídeas precisam de muito pouca água. O importante é não ter acúmulo de água por muito tempo, para evitar que as raízes apodreçam ou que a planta seja atacada por fungos e bactérias. Sem água acumulada, você não precisará recorrer a uma U.T.I. de orquídeas. Evite cachepôs neste primeiro contato com o mundo das orquídeas, e, prefira vasos com furos. Qualquer vaso furado vai ajudar a você se tornar um expert em orquídeas – barro, madeira ou até mesmo de plástico. O importante é regar a planta com água em abundância, e permitir que todo o excesso escorra. Agora, se você realmente PRECISA de um cachepô, prefira um de vidro. Desta forma, você consegue ver se tem água acumulada no fundo, e, com um pouquinho de jeito, conseguirá tombar o recipiente para que a água possa sair. Lembre-se de tomar cuidado para que o substrato não derrame pela casa.



Regar planta com água mole ou água dura?


Por incrível que pareça, tem gente que rega orquídeas usando... cubos de gelo! É pura balela, até porque essas plantas são em sua maioria originárias de climas tropicais. Se realmente quer fazer um "agrado" para sua orquídea, use água da torneira em abundância. Se você quer um cuidado a mais, recolha a água da torneira um dia antes, e deixe-a descansando. Assim, você garante que todo o cloro que existe na água evapore e sua plantinha receberá água pura. Melhor que isso, só água mineral, que possui vários elementos químicos que funcionam como micronutrientes para sua planta.

Como e quando regar sua orquídea


Saber o momento certo para regar sua orquídea é algo bem simples. Não tem uma receita exata para a quantidade de água – não precisa se preocupar com copos, mililitros, colheres ou doses exatas. Aqui tem dois vídeos bem explicadinhos sobre a melhor maneira e saber de quanto em quanto tempo regar sua orquídea.

A forma mais simples de adubar orquídeas


Terceira dica, adubação. Se você é um iniciante no mundo das orquídeas pode ficar meio assustado com a quantidade de adubos e principalmente, os nomes de tantos elementos da tabela periódica. Ainda bem que existe um adubo bem completo, natural e bem fácil de usar na sua planta: bokashi. Guarde este nome e procure em garden centers, floriculturas ou até mesmo na internet. Talvez você encontre como biokashi, mas é o mesmo tipo de adubo. De origem natural, este fertilizante orgânico é comercializado em líquido ou em pó. Um truque esperto é usá-lo em forma de sachês, utilizando uma meia-calça velha, um tecido natural ou até mesmo um pedacinho de tnt (tecido-não-tecido) poroso. Prenda estes saquinhos na sua orquídea, e quando você faz a rega, ele é dissolvido aos pouquinhos e vai ajudar sua plantinha a crescer forte e feliz. O mais legal é que você verá quando precisa colocar um pouco mais de adubo – o saquinho aos poucos vai ficando vazio, e durará cerca de dois ou três meses. Se você tem disposição, pode até mesmo fazer seu próprio bokashi – tem uma receita aqui.

Simples, né? Sua orquídea só precisa de um pouco de sol, regas generosas (sem água empoçada) e adubação. Com estas três dicas preciosas (e sua atenção), você terá orquídeas lindas, plantas saudáveis, flores de dar inveja, e até, quem sabe, o início de um orquidário! A única coisa que você não terá é o título de "dedo-podre para plantas".