Como colher batata-doce

Depois que nossa jardineira Carol Costa ensinou a plantar batata-doce, muitas pessoas ficaram admiradas por descobrir alguns detalhes desse alimento tão consumido no Brasil. Neste vídeo, nossa louca das plantas mostra a colheita da batata-doce e dá mais informações sobre a raiz comestível.

Folhas e raízes coloridas


A batata-doce (Ipomea batatas) pode ter várias cores, tanto nas folhas quanto na casca e interior das suas raízes tuberosas. As cores da folha não interferem na coloração da raiz. Certamente você conhece a versão da batata-doce mais branquinha, mas é possível encontrar a raiz em outros tons, como a de miolo roxo e a alaranjada. Quanto às folhagens, algumas espécies são tão bonitas, que são cultivadas especialmente com fins ornamentais. As comestíveis, como a do vídeo, possuem folhas verdes, enquanto outras espécies dão folhas amareladas, rosadas e até rajadas, sempre rasteiras.

Como fazer mudas


Nada mais fácil do que fazer mudas de batata-doce: com uma batata e um copo com água você tem raízes e folhas em cerca de 2 semanas. Assim que as folhas tiverem cerca de 15 cm, corte uma rama e plante-a na terra. O truque é usar as ramas, assim, a batata-doce se desenvolve bem mais rápido do que plantando a batata inteira – doido, né? Ah, as folhas da batata-doce são comestíveis, dá pra refogá-las!

Colheita da batata-doce


Depois de seis meses, você já pode colher sua batata-doce, principalmente se a planta recebeu bastante sol durante o cultivo. No vídeo, Carol mostra o pé de batata-doce plantado no pátio de um prédio, onde a planta teve pouco sol mas, cresceu na companhia de um boldinho (Plectranthus ornatus), um repelente natural de formigas, mas uma espécie bem espaçosa.

Cave pra colher


Pra colher, use uma pazinha e vá cavando gentilmente o solo. Pode também usar as mãos, pra sentir a batata-doce e, ir removendo a terra aos poucos. Se o substrato estiver úmido, fica mais fácil a operação de escavação, mas não exagere: muita água vai fazer uma lama e a sujeira será inevitável. Regue o vaso ou canteiro um ou dois dias antes da colheita.

Preprando o próximo cultivo


Após o cultivo, é uma ótima ideia dar uma geral no canteiro. Você pode perceber a presença de algumas praguinhas, então, providencie iscas, no caso de encontrar lesmas ou caracóis. Aproveite o momento pra adubar o substrato e também providenciar o plantio de mudinhas pra próxima colheita.

Rotação de culturas


Uma dica bacana, se você cultiva batatas-doce em vasos é, depois da colheita, plantar outra espécie pra fazer uma rotação de culturas. Carol sugere tagetes (Tagetes erecta) se você notar que nematóides atacaram a batata-doce. Sempre escolha plantas de colheita diferente: se colheu raízes, plante folhagens. Se plantou frutos, escolha ervas, sempre diversificando.

Plante mudas saudáveis


Pra ganhar tempo e garantir que só as mudinhas mais fortes sobrevivam, você pode semear o próximo cultivo em rolinhos de papel higiênico. É prático, você reaproveita o material e pode fazer a escolha das mudinhas mais saudáveis – essa seleção de plantas mais saudáveis se chama raleio. Ah, e não se esqueça: plantou, regou!

De um ramo de batata-doce, é possível colher até oito quilos de alimento. É muita fartura, né? Quer conhecer mais sobre cultivo de hortas em vasos? Na Universidade Minhas Plantas você encontra o Curso Horta em Vasos!

Universidade Minhas Plantas
Loja Minhas Plantas

Minhas Plantas recomenda