página inicial / vídeos

5 formas de utilizar folhas secas na jardinagem

Imagine um quintal com o chão lotado de folhas secas. Pegue uma vassoura (ou um rastelo), junte todas as folhas e, o que você tem? Um tesouro! Nossa jardineira Carol Costa mostra 5 formas de utilizar folhas secas na jardinagem. Depois de assistir a esse vídeo, você nunca mais pensará em jogar esta fartura de material orgânico no lixo.

Dica 1: compostagem


A única forma de ter uma composteira sem odores desagradáveis é cobrindo as sobras de alimentos. Aquele montão de cascas e talos de vegetais, bagaços de frutas e folhas feias de hortaliças são o que compõem a matéria úmida de uma composteira. E, a regra é sempre essa: para cada uma parte úmida, duas partes de matéria seca. É aí que entram as folhas que você recolheu do jardim, ou da praça, rua, e até mesmo, aquela palhinha restante do corte do gramado. Um truque na falta de folhas e gramas: pode usar também serragem ou folha de jornal picada como matéria seca.

Dica 2: adubação


Aquela folha seca rende um ótimo componente para adubar o solo. Se você conseguir triturar um pouco as folhas, melhor ainda, e se for aquelas bem duras, com bastante nervuras, aí é perfeito. Onde normalmente se usa bokashi ou esterco, pode colocar as folhas secas trituradas que é tiro e queda. Esse material todo é carbono para as plantas e ainda equilibra o nitrogênio do solo.

Dica 3: condicionador de solo


Sabe aquele produto que a gente passa no cabelo, e tem como resultado madeixas bonitas e sedosas? As folhas secas fazem isso com o solo (exceto pela parte sedosa), servem de alimento para os serezinhos que habitam ali e esses bichinhos transformam tudo em componentes químicos. Suas plantas agradecem.

Dica 4: proteção contra geada


As folhas no solo servem como um protetor natural quando começa a época das geadas. E não é coincidência muitas árvores perdem sua folhagem bem neste período. É uma forma natural da planta evitar a perda de água, manter o solo quente e ainda "devolver" a matéria orgânica – e o círculo da vida continua (coral: óóóóóó...).

Dica 5: mulching


Esse nome pode parecer estranho, mas se você acompanha o canal e consulta sempre o site Minhas Plantas, já está familiarizado com esta palavra. Mulching é uma palavra em inglês, usada para dar nome à cobertura vegetal que cobre o solo. É algo que a natureza faz há milhares de anos, mas os jardineiros de primeira viagem também precisam aprender sobre os benefícios que o mulching traz. Manter a terra úmida, controle da temperatura do solo, servir de alimento para os micro organismos, evitar que nutrientes evaporem, tudo isso o mulching faz. Essa cobertura também serve de estufa natural, protegendo as mudinhas de sol forte e mantendo um substrato úmido na medida para que elas cresçam fortes e felizes.

Agora, toda vez que você tiver que varrer um quintal cheio de folhas, você terá o mesmo trabalho, mas juntará aquela preciosidade toda com um sentimento de gratidão. E talvez, até assoviando.

Árvore do vídeo: eritrina-candelabro (Erythina speciosa)