Arranjo romântico em peça de louça

Imagina um arranjo feito em uma louça, especificamente, uma sopeira. Pensa em flores delicadas, bolas de musgo fofas e, agora que tem a imagem formada na mente, falta só colocar a mão na massa e montar esse arranjo super romântico pra presentear quem você ama (vale inclusive você!). Vem que nossa professora/jardineira Carol Costa explica o passo a passo pra fazer esta composição que transborda charme.

Ressignificando uma peça


Antes de montar o arranjo, dá uma vasculhada na sua cozinha. Todo mundo tem uma louça guardada há um tempão lá no fundo do armário e que pode servir de base. Aqui no vídeo Carol escolheu uma sopeira mas, dá pra soltar a criatividade e usar também um bowl charmoso ou uma daquelas caçarolas esmaltadas. O pulo do gato aqui é tratar o recipiente como um cachepô, já que ele não tem furo como um vaso comum. Se quiser proteger a peça pra depois reutilizá-la, use um plástico pra forrar o interior do recipiente. Até porque, arranjos duram de seis meses a um ano, em média.

Vaso dentro do cachepô


Carol usa um vaso plástico e testa se o tamanho é adequado pra sopeira. Se for maior, use uma tesoura de desbaste pra cortar o excedente – não precisa força ou uma tesoura mais parruda, o material desses recipientes plásticos é bem macio e flexível. Pra que o arranjo fique bem ajustado, use bandejas de isopor picadas como enchimento entre a sopeira e o vaso.

Flores românticas


As plantas escolhidas pro arranjo tem aquela pegada da proposta da composição: romantismo e delicadeza. Carol escolheu usar na peça mini Phalaenopsis (Phalaenopsis hybrid), cravinas "Pink Kisses" (Dianthus "Pink Kisses") e, como forração, tostão-rosa (Callisia hybrid). Aqui vai outra dica ninja pra arranjos: comece montando sua peça sempre pelas plantas mais altas e volumosas. Ao tirar as plantas do vaso pra colocá-las no arranjo, tente fazer isso manuseando o mínimo possível, pra que as flores não caiam – lembra sempre que plantas floridas são como mães com bebês.

O que não vejo, não existe


Depois que as plantas estão acomodadas no vaso, você notará que aquele montão de isopor pode comprometer todo o visual do arranjo. Fica sussa, nossa louca das plantas tem um truque pra isso: musgo "Fofão". O mais legal desse musgo é que ele não precisa estar plantado em substrato: só a umidade das plantas da peça já é o suficiente pra ele. Use algo longo e fino, como um lápis ou um palito de churrasco pra empurrar qualquer pedacinho do plástico visível pra baixo do musgo.

Rega e adubação do arranjo


Pra regar, é bem fácil: como o vaso tá solto dentro da sopeira, basta tirá-lo e levá-lo pra uma pia. Regue e deixe escorrer bem a água antes de colocar o vaso no centro do arranjo novamente. Antes de molhar, use a técnica do dedômetro: toque o substrato com a ponta do indicador e, se o dedo sair sujo, deixe pra conferir no dia seguinte; saiu limpo, hora de regar. A adubação pode ser feita com Bokashi líquido, no momento que você regar. Adube sem exageros, uma vez por mês – vale assistir o vídeo sobre adubo, o link tá aqui.

Materiais e plantas mostrados no vídeo:
sopeira
saco plástico
vaso plástico
bandejinha de isopor
tesoura 710 da Limmat, à venda no Net Shopping Garden
mini Phalaenopsis (Phalaenopsis hybrid)
cravinas "Pink Kisses" (Dianthus "Pink Kisses"), da Bio Plugs
tostão-rosa (Callisia hybrid)
musgo "Fofão"
Bokashi líquido, da Yes, We Grow!

Universidade Minhas Plantas
Loja Minhas Plantas

Minhas Plantas recomenda