Bokashi: perguntas e respostas

No último vídeo sobre Bokashi, nossa jardineira Carol Costa pediu pra galera postar nos comentários as dúvidas sobre o uso desse adubo. Foram tantas questões deixadas na seção de comentários que rendeu esse vídeo inteirinho só com perguntas e respostas pra você ficar expert em Bokashi.

Qual jeito usar o Bokashi?


Se está fazendo o plantio, a melhor forma é misturá-lo no substrato. Agora, se não vai mexer no vaso, pode usar o Bokashi diluído na água, pra regar ou pulverizar a planta ou, em forma de sachê, fazendo uma trouxinha. Uma dica: mesmo na rega, prefira molhar o substrato antes de aplicar o adubo – a planta aproveitará melhor os nutrientes dessa forma.

Quando regar ou pulverizar o adubo?


Espécies que não gostam de umidade nunca devem ser pulverizadas, nem com adubo. Roseira, craveiros, alecrim, suculentas, todas essas são plantas que não gostam de ficar com suas folhas molhadas. Já plantas que curtem ambiente úmido, como samambaias, podem ter suas folhas pulverizadas com Bokashi diluído.

Pode aplicar Bokashi em qualquer hora do dia?


Em determinadas horas, como no meio do dia, é desaconselhável aplicar adubo e, pra maioria das plantas, até mesmo regas. Prefira adubar no início do dia ou no finzinho da tarde.

De quanto em quanto tempo devo adubar?


Vai depender do jeito que você aplicou o adubo. Se colocou o Bokashi misturado no substrato, ele dura mais e você deverá adubar só depois de um mês – em alguns casos, pode durar até três meses, dependendo do tamanho do vaso. Você saberá que está na hora de adubar novamente quando a planta começa a perder o vigor.

Não tem uma regra fixa?


Infelizmente, não. Depende muito da espécie e do tamanho da planta, do substrato, local onde fica o vaso e muitos outros fatores. Vale observar e ir treinando. Melhor usar menos adubo do que exagerar, isso sim, vale como regra.

A adubação de plantas e mudinhas é da mesma forma?


Não! Mudas precisam de mais atenção e uma quantidade menor e, em certos casos, as filhotinhas só receberão adubo depois que estiverem mais crescidas.

Pode usar Bokashi em orquídea? E em gramados? Frutíferas? Suculentas? E na horta?


Sim! Bom, já deu pra perceber que pode usar Bokashi em qualquer planta, né? Esse é um adubo orgânico e pode ser utilizado até em espécies que são pro nosso consumo.

Bokashi tem cheiro ruim?


Não é um cheiro ruim, ele é meio adocicado e fermentado. Em dois ou três dias, o odor some. Se você tem pets, talvez eles fiquem atraídos pelo odor da farinha de osso, então é uma boa ideia deixar vasos fora do alcance de focinhos curiosos por uns dias. Ah, o Bokashi tem torta de mamona mas, ele já foi processado pelos bichinhos do bem que existe nesse adubo.

Qual é a diferença do adubo orgânico e do mineral?


Adubos minerais são retirados de minérios ou extraídos de forma química, e costumam ser bem específicos, como o NPK (nitrogênio, fósforo e potássio). Já os orgânicos, possuem mais componentes em sua composição e também, como o Bokashi, microorganismos vivos (benéficos).

Como eu guardo o Bokashi?


Armazene seu adubo orgânico em local escuro e protegido de umidade e calor.

O que faço depois que a embalagem de adubo for aberta?


Continue guardando como na dica anterior e, se sobrar Bokashi diluído, distribua por aí – vale pra vizinhos e até plantas e árvores da rua e praça.

Posso usar adubo fora da validade?


Não. Alguns perdem sua função após o período de validade e outros, podem até fazer mal.

Ufa! Certeza que tem resposta pra qualquer dúvida que você imaginou mas, se ainda tiver alguma, deixa nos comentários!

Materiais e plantas mostrados no vídeo:
cravo "Oscar" (Dyanthus caryophillus "Oscar")
Ficus altissima
Ctenanthe burle-marxii
Peperomia puteolata
Bokashi, da Yes, We Grow!

Assista o vídeo 3 formas de uso do adubo Bokashi, clicando aqui.

Minhas Plantas recomenda