página inicial / blogs / Carol Costa

Como ter plantas e bichos de estimação

© Alexandre Pavan/Minhas Plantas

Como manter plantas e bichos de estimação em harmonia


Será que existe algum jeito definitivo de ter um jardim bonito em casa sem abrir mão da companhia de cães e gatos?

Por Carol Costa

Cheguei na casa da minha irmã de surpresa, doida pra ver minha sobrinha. Havia espuma pra todo lado, como se tivessem dado uma animada festa do pijama. Ela me recebeu sonolenta e foi me conduzindo casa a dentro, tropeçando em brinquedos espalhados pelo chão: bonecas comidas, bloquinhos de montar comidos, um frango de borracha sem cabeça. "Ah, isso é coisa da dona Ju", esbravejou. Ao ouvir seu nome, Juliana surgiu toda animada, trazendo a cabeça do galináceo, que largou antes de se jogar no meu colo. "E ainda acha bonito. Esta semana ela comeu o sifão do tanque, Cá. Outra vez. É o terceiro sifão que eu compro em seis meses..."
Juliana é uma mestiça de boxer com vira-lata. Tem três anos, todos eles dedicados a esgotar a paciência da minha irmã. Sua dieta alimentar é bem balanceada e inclui suculentos chinelos, crocantes pés de cadeira e uma vasta gama de aperitivos, de braços de bonecas a fiação, encanamento, roupas no varal e todo tipo de planta que se tentar cultivar. Ração, que é bom, ela deixa pros pardais.
Quem tem plantas e bichos de estimação sabe da dureza que é conciliar essas duas paixões. De um lado, a gente toma o maior cuidado pra não colocar dentro de casa nada que possa fazer mal pra cães e gatos, mas, de outro, eu quase desejo que fiquem com uma bela dor de barriga pra ver se aprendem a parar de fuçar nas plantas. (Ok, só desejo isso da boca pra fora, ao primeiro sinal de vômito, meu coração se aperta no peito, eu sei bem).

Gatos, cachorros e plantas


Hoje, moro com três gatos, mas já vivi numa casa com 34 felinos e quatro cachorros. Minha avó tinha enormes alamandas no quintal, uma trepadeira considerada tóxica, e bicho nenhum ousava chegar perto delas. Parece que têm um sensor, né? Mas era sobrar um pedacinho de terra capinado, preparado pra receber uma horta, que todos os gatos dos vizinhos o transformavam em banheiro e, em poucos dias, eu tinha uma avó muito zangada e a gataiada jurada de morte.
Quando vim morar em São Paulo, logo arranjei pets. Enquanto cachorros são bichos horizontais, que só detonam o que está ao alcance deles, os gatos escalam cortinas, pulam em cima da geladeira, são capazes de subir no lustre se aparecer uma mosquinha. Gatos são, definitivamente, bichos verticais: contra eles, não basta colocar as plantas em estantes, é preciso garantir que eles não subam nas prateleiras.

Como manter os animais longe do jardim


Fiz de tudo pra manter os bichos longe do jardim. Pra minha irmã, sugeri cactos bem espinhentos, que foram uma ótima maneira de dona Juliana palitar os dentes — nem a cadeira-de-sogra sobreviveu à fúria canina. No meu apartamento, comprei erva-de-gato na esperança que Oto, Lua e Ronaldo pudessem detonar um vaso e poupar os outros. Eles amaram, mas não abriram mão das outras plantas, não. No auge da minha irritação, fiz uma barricada de palitos de churrasco no cachepô da árvore-da-felicidade, tentando impedir que eles urinassem na terra. Como tantas soluções, funcionou até que eles descobrissem um jeito de arrancar os palitos.

Toda vez que algum leitor me pergunta como manter os bichos longe das plantas, minha vontade é responder: "Olha, se você descobrir um jeito, me conta, pelamor!". Porque eu até agora não achei nenhuma solução perfeita.
Ok, cheiros fortes incomodam a bicharada. Hortelã, manjericão, capim-limão e tantas outras espécies perfumadas parecem ser um incômodo pra quem tem o olfato muito mais sensível do que o humano.

Aqui em casa, testei com sucesso uma vermiculita tratada pra esse fim, com um cheiro que lembra acetona, desagradável o bastante pra eu notar claramente meus gatos dando meia volta ao passar pelo vaso. Esse tipo de produto funciona só por umas semanas: como o cheiro é volátil, depois de um tempo a essência evapora e, se o bicho não tiver se condicionado a não voltar ali, logo voltará a ter o comportamento de uma retroescavadeira.

Daí que você chegou até aqui, querido leitor, e deve estar decepcionado. "Puxa, achei que a Carol tinha uma solução..." Não tenho. Aqui pratico a jardinagem-verdade, preciso manter o pacto de sinceridade que sempre tive com você. Na real, o único jeito que encontrei de ter plantas e gatos é mantê-los em ambientes separados: os gatos dentro de casa, as plantas, na varanda. Espero de coração que você possa compartilhar o que deu certo aí na sua casa. Quem sabe assim a gente consegue conciliar nossas paixões, não é mesmo?

Publicado na Revista Natureza – 349
postado em 24/07/2018 - Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

Livro Cactos e outras Suculentas para Decoração

Quem é fã de cactos e suculentas sabe o quando é difícil encontrar informações sobre essas plantinhas queridas. Classificar a coleção de "gordinhas" e identificar as espécies com exatidão é uma tarefa árdua. Pesquisar na internet acaba trazendo mais dúvidas do que soluções. Mas, respire aliviado, porque o tempo de … (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

Por um mundo mais verde e menos cinza

Nossa piracicabana Carol Costa conta um pouco sobre como mudou de área, trocando 15 anos de vida de escritório pela melhor carreira da sua vida: jardineira. No texto abaixo, publicado originalmente no Instagram, a ex-jornalista mostra que escolher o próprio caminho é possível, e que vale a pena investir e … (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

O básico sobre orquídeas Phalaenopsis

Orquídeas são uma das flores mais utilizadas para presentear, e no Dia das Mães não é diferente. Depois de ganhar a planta, vem a pergunta que muitas pessoas fazem: e agora, como cuidar desta bela flor? Nossa jardineira Carol Costa ensina os cuidados básicos para as mamães felizardas e futuras … (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

Trabalhar com plantas é fácil, acessível, e pode ser sua próxima carreira

O verde acolhe todos. Plantar em um jardim ou vaso é algo democrático, acessível e simples, mesmo para quem é jardineiros de primeira viagem. Nossa jardineira Carol Costa conta neste texto, como as plantas conseguem reunir pessoas de várias áreas. Profissionais como jardineiros, paisagistas, produtores de espécies ornamentais e alimentícias … (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

Como saber se uma planta é tóxica ou segura para seu pet

Existe uma fonte segura com uma lista de plantas que são tóxicas para animais? Nossa jardineira Carol Costa costuma responder muitas perguntas sobre essa dúvida comum de amantes de jardinagem e também são tutores de pets. Antes de ficar apavorado com notícias da internet, principalmente casos isolados, e sair divulgando … (+)
Leia mais
© Alexandre Pavan/Minhas Plantas

Tenha mais plantas e use menos desinfetantes

O verde domesticado A jardinagem ganha cada vez mais espaço em casas, escritórios e apartamentos – mas nunca estivemos tão distantes do quintal de terra dos nossos avós Por Carol Costa Uma criança precisa de menos de 20 minutos fazendo bolinhos de terra ou correndo descalça no gramado para ir bem … (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

Como ter uma horta dentro de casa mesmo sem sol

Este é o canto mais escuro da minha cozinha, distante 3,5 metros da janela face Sul, aquela que recebe só claridade, nunca sol. Não poderia ser um lugar mais impossível pra se ter uma horta e, no entanto, aqui estão minhas verdinhas com dez dias de vida, crescendo animadas … (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

A Louca das Plantas - detalhes do episódio 8

Nossa jardineira Carol Costa fez no episódio 8 do programa A Louca das Plantas, no GNT, um jardim mediterrâneo em uma cobertura! Os desafios era acabar com o vento, o que impedia o cultivo de qualquer planta. Nossa louca piracicabana também queria criar não só um jardim, mas um espaço … (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

A Louca das Plantas - detalhes do episódio 7 (selva urbana)

Nossa jardineira Carol Costa fez no episódio 7 do programa A Louca das Plantas, no GNT, uma verdadeira selva urbana. Uma das salas do apartamento da Fernanda e do Andrés tinha uma janela enorme, muita claridade, uma mesa com quatro lugares, e, alguns vasinhos com as plantas bem tristes, já … (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

A Louca das Plantas - detalhes do episódio 6

Um apartamento pode ter muitas plantas, só é preciso escolher as espécies corretas, e é exatamente isso que nossa jardineira Carol Costa fez no episódio 5 do programa A Louca das Plantas no GNT. Olhando a disposição das janelas, nossa louca piracicabana entendeu que a sala recebe uma quantidade de … (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

A Louca das Plantas - detalhes do episódio 5

Dá para ter uma mini-fazenda em um... quintal? Claro que dá! Com direito a horta, jabuticabeira, orquidário e muitas, muitas plantas. No episódio 5 do A Louca das Plantas do Canal GNT, nossa jardineira Carol Costa mostrou dicas de como impedir que um gato atrapalhe o cultivo de uma horta … (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

A Louca das Plantas - detalhes do episódio 4

O episódio 4 do A Louca das Plantas foi ao ar na última sexta-feira, dia 01/02, pontualmente às 22h no Canal GNT. Os verdinhos que acompanham o programa da nossa jardineira Carol Costa já viram a criação de um jardim com lago que atraiu até uma garça, a transformação … (+)
Leia mais
mostrar mais