página inicial / guia de plantas / árvores
cerejeira-japonesa
  • Nome popular cerejeira-japonesa
  • Outros nomes sakura, cerejeira, cerejeira-ornamental, cerejeira-do-japão, cerejeira-de-okinawa
  • Categoria árvores
  • Ordem Rosales
  • Família Rosaceae
  • Subfamília Amygdaloideae
  • Tribo
  • Subtribo
  • Gênero Prunus
  • Espécie Prunus campanulata
  • Origem Japão
  • Tamanho de 4 a 6 m
  • Propagação por muda
  • Iluminação
    sol pleno
  • Rega média água
  • Plantio
    o ano todo
  • Perfumada sim
  • Floração
    inverno
  • Frutos não comestíveis
Observar de perto uma cerejeira-japonesa é experimentar por alguns minutos um hábito muito arraigado na cultura oriental: o hanami, a contemplação das flores. Desde meados do século X, quando floresceram as primeiras cerejeiras nos jardins de Kyoto, ver uma sakura carregada de flores é um passatempo nacional. Não à toa, o país para em janeiro, quando começam a abrir os primeiros botões dessas árvores no Japão - o Festival da Sakura é tão importante para o calendário nacional que tem até transmissão pela TV, lotando ruas, parques e santuários de pessoas que querem simplesmente admirar essa beleza natural.

Japoneses trouxeram a cerejeira para o Brasil


Para nossa sorte, a comunidade japonesa no Brasil mantém a tradição por aqui e, entre o final do inverno e o começo da primavera, organiza o Festival das Cerejeiras no Parque do Carmo, em São Paulo (SP). Para mais informações sobre a comemoração, ouça o programa especial que nossa jardineira Carol Costa fez para a Rádio Globo SP.

O gênero Prunus compreende árvores e arbustos de grande valor, seja econômico ou ornamental. Nele estão incluídos os pessegueiros, as amendoeiras, os pés de nectarina e, claro, as cerejeiras. Como acontece com muitas de suas irmãs, a cerejeira-japonesa detesta podas, daí ser necessário estudar bem que ramos retirar, especialmente se estiver cultivando a espécie como um bonsai.


A espécie de cerejeira mais comum no Brasil


Enquanto nos países asiáticos existem até 200 espécies de cerejeiras-ornamentais, aqui no Brasil a Prunus campanulata está entre as mais conhecidas e resistentes. Ainda assim, a espécie manteve as características principais de suas irmãs nipônicas: a árvore não passa de 12 metros, gosta de clima frio, tem crescimento lento e flores de pouca duração (não resistem nem uma semana nos galhos).

Na América Latina, a árvore perde todas as folhas entre maio e junho e floresce a partir de julho. Aprecia solo rico em nutrientes, composto de partes iguais de terra vegetal e composto orgânico. A multiplicação por sementes é muito boa, mas as mudas precisarão de no mínimo 5 anos para dar flores pela primeira vez.

Clique para saber mais sobre cerejeira-japonesa nas seguintes seções do site:
Dúvidas frequentes sobre cerejeira-japonesa
Vídeos sobre cerejeira-japonesa
Galerias de imagens com cerejeira-japonesa
Posts no blog sobre cerejeira-japonesa
Áudios sobre cerejeira-japonesa
Eventos sobre cerejeira-japonesa
Culinária com cerejeira-japonesa

CONTEÚDO PUBLICITÁRIO:

A Flores Online tem muitas dicas de presentes com bonsai de cerejeira. Dê uma olhada nos arranjos que você consegue enviar hoje mesmo para quem ama e admira. ;)