Tenho costela-de-adão com frutos, quando colhê-los?

Mario Giordani
© Carol Costa/Minhas Plantas

Mario, antes de responder sua pergunta, há uma informações importantíssima. A costela-de-adão (Monstera deliciosa) é muito confundida com o guaimbê (Philodendro bipinnatifidum): a diferença mais fácil de ser reconhecida por quem não entende muito de botânica é que a costela-de-adão (à esquerda na foto) tem recortes em forma de furos, enquanto o guaimbê (à direita) tem as bordas rasgadas por completo, sem "buracos". Se você não tiver certeza de qual das plantas tem, não coma o fruto – o da costela tem cheiro de tuti-fruti e um gosto que lembra banana e fruta-do-conde, enquanto o do guaimbê pode ser tóxico ou causar alergia.

Para ter frutos, a costela-de-adão precisa da mamangava/


As duas folhagens frutificam apenas na presença da mamangava, abelha que é seu polinizador natural. Os frutos surgem ao longo do ano, especialmente na primavera e no verão, e devem ser colhidos quando os gomos estão quase se abrindo sozinhos, momento em que ficam mais perfumados.

Veja também:


Costela-de-adão com folhas amareladas - o que fazer
Antes e depois: jardim com horta, lago, parede verde e quiosque de palha
Passo a passo do canteiro com folhagem roxa e flores brancas