Posso usar o chorume do minhocário nas orquídeas?

Claudia Bresciani
© Carol Costa/Minhas Plantas

Claudia, esse líquido preto que sai do minhocário ou da composteira comum é tão rico em nutrientes, tão do bem, que a gente nem o chama de chorume e, sim, de biofertilizante. Ele surge durante o processo de decomposição da matéria orgânica, especialmente quando os restos de folhas, verduras, cascas de frutas e outros resíduos úmidos não são bem balanceados com a matéria orgânica seca (como palhas, aparas de grama, folhas secas, terra e tantos outros insumos). A maioria dos modelos de composteira doméstica tem uma caixa coletora de fertilizante líquido, quase sempre dotada de uma torneirinha, pra facilitar a retirada do material. Esse biofertilizante não deve ter cheiro ruim e pode ser aplicado em qualquer planta, inclusive nas comestíveis e nas orquídeas. A diluição é a mesma dos adubos em geral: uma parte pra dez de água. Use na rega ou borrife nas folhas, sempre nas horas de sol mais fraquinho.

Veja mais posts relacionados:
Saiba evitar mosquinhas na composteira
Transforme sobras da cozinha em adubo com esta COMPOSTEIRA FÁCIL
Borra de café, casca de ovo e a papa que a Carol usa nas plantas