página inicial / guia de plantas / orquídeas
orquídea-grapete
  • Nome popularorquídea-grapete
  • Outros nomesorquídea-cheiro-de-uva
  • Categoriaorquídeas
  • OrdemAsparagales
  • FamíliaOrchidaceae
  • SubfamíliaEpidendroideae
  • TriboArethuseae
  • SubtriboArethusinae
  • GêneroSpathoglottis
  • EspécieSpathoglottis unguiculata
  • OrigemMalásia, Nova Guiné, Filipinas e Indonésia
  • Tamanho40 cm (flores de 3 cm)
  • Propagaçãopor divisão de touceira e por estaca
  • Iluminação
    meia sombra
    sol pleno
  • Regamédia água
  • Plantio
    o ano todo
  • Perfumadasim
  • Floração
    o ano todo
  • Frutosnão comestíveis
Orquídeas são plantas caras, frescas, que só crescem num substrato especial, detestam água, dão poucas flores e só uma vez por ano. Quem nunca ouviu uma descrição dessas para a maior e mais famosa família de flores do mundo? Agora, se você estiver falando na orquídea-grapete, nenhuma dessas características é verdadeira. Duvida?

Orquídea-grapete tem flores com perfume e cor de uva


O gênero Spathoglottis inclui cerca de 40 espécies, das quais a orquídea-grapete e a Spathoglottis plicata são as mais conhecidas (as duas são também muito parecidas, mas as flores da Spathoglottis plicata têm uma tonalidade clarinha, quase rosa). Nativa de vários países no sudeste asiático e sudoeste do Oceano Pacífico, a Spathoglottis unguiculata é famosa por seu perfume, que lembra o cheiro de uva, daí seus nomes populares. Ela faz grandes touceiras em encostas rochosas e clareiras de florestas, lugares onde há alta umidade e incidência direta dos raios de sol durante quase o ano todo. Os numerosos botões surgem numa haste que pode alcançar 1 metro de altura, e se abrem em sequência, uns cinco ou seis ao mesmo tempo, ao longo do ano todo, com mais frequência na primavera e no verão.

Por ser uma orquídea terrestre, seu cultivo é o mesmo da orquídea-bambu (Arundina bambusifolia) ou da orquídea-buquê-de-noiva (Neobenthamia gracilis). Isso significa que você não precisará de nenhum substrato especial para plantá-la, somente terra e húmus de minhoca. Ela também pode ser cultivada diretamente no chão, numa mistura de terra, areia e composto orgânico, adicionando farinha de osso à terra uma vez por mês. Se preferir fazer a adubação das folhas, dilua 1 colher (café) de NPK 20-20-20 em 1 litro de água e borrife a folhagem uma vez por semana, de preferência de manhãzinha ou no final da tarde, quando o sol não está tão forte. Suspenda a adubação quando a planta estiver nos meses de dormência – nesse período, ela não tem atividade nenhuma.

Como preparar o solo, a regas e a adubação da orquídea-grapete


Como adora sol e tem folhas grandes e plissadas – bem diferentes das folhas de outros gêneros mais populares de orquídeas –, essa espécie costuma ser vendida como planta comum de jardim, sem a pompa toda com que são comercializadas as Cattleya, por exemplo. Além dessas particularidades, a orquídea-grapete também gosta de água: regue-a dia sim, dia não, mas não deixe que a água fique parada em suas raízes (portanto, nada de pratinho embaixo do vaso). Mantenha-a úmida especialmente durante os meses em que estiver florida, diminuindo as regas quando notar que a floração acabou e a planta entrou em dormência, normalmente durante o inverno brasileiro.

Para acabar de vez com os preconceitos, uma última curiosidade: essa orquídea é tão barata e popular, que na Indonésia e em Taiwan se fabricam embalagens com suas folhas. Ainda bem que aqui no Brasil não temos esse hábito. Afinal, as folhas da orquídea-grapete são tão bonitas que seria uma pena arrancá-las para fazer caixas...