página inicial / blogs / Carol Costa

A história da produção de baunilha

© Carol Costa/Minhas Plantas
"– Uns quinze anos atrás, meu pai foi convencido por um francês a investir numa plantação de baunilha no Taiti, mas a plantação não deu certo.
– O clima é perfeito e as trepadeiras cresciam, chegavam a dois metros de altura. Davam flores do tamanho de um punho, que vicejaram e morreram sem nunca der uma maldita fava. O que foi que deu errado?"

O diálogo acima foi extraído do livro A Assinatura de Todas as Coisas, de Elizabeth Gilbert, autora do best-seller Comer, Rezar, Amar. Apesar de ser uma ficção, o romance tem sólida base histórica, inclusive no que diz respeito à Vanilla, gênero de cerca de cem espécies das quais se extrai a baunilha.

A viagem da baunilha da América Central para à Europa


No livro como na vida real, essa orquídea trepadeira originária da América Central foi levada à Europa pelos espanhóis, onde seu inconfundível aroma conquistou a nobreza. No início do século XIX, botânicos e exploradores se lançavam em expedições ao México e à Guatemala, de onde retiravam mudas de Vanilla planiflora para cultivá-las no Taiti, Indonésia, Madagascar, Polinésia Francesa e em outras colônias de clima tropical.

Curiosamente, a planta prosperava bem nesses países, mas não frutificava. Só que era justamente a fava comprida, seca e fermentada que interessava, aquela maravilha gerada pela flor fecundada, onde uma alquimia de mais de 250 ingredientes ativos produz o mais caro aromatizante vegetal do mundo, a vanilina. Para se ter uma ideia, o extrato natural da baunilha pode custar US$ 4 mil o quilo, disputado a tapa por indústrias tão diversas quanto a de alimentos e a de perfumes. Nem toda a tecnologia foi capaz de suplantar a natureza, de modo que o aroma artificial de baunilha não chega aos pés do buquê produzido até mesmo por espécies consideradas menos aromáticas, como V. Java, V. tahitensis e V. Pompona, usadas na produção de charutos e cosméticos.

Fã de temperaturas que nunca ficam abaixo dos 20ºC, esse gênero de orquídeas aprecia sol direto pela manhã, alta umidade do ar e ambiente arejado. Suas folhas e caules são carnosos, dando à planta a aparência das suculentas. Se cultivada em terra bem adubada, a baunilha passa dos 2m de altura, produzindo flores amarelo-esverdeadas entre o segundo e terceiro ano de cultivo.

Porque as orquídeas de baunilha não dão favas?


E aqui voltamos à pergunta do romance: por que as baunilhas não dão flores fora de seu habitat natural? A resposta, dada corretamente por outro personagem, é que elas necessitam de polinizadores especializados para frutificarem – no caso, abelhas e beija-flores endêmicos da América Central, capazes de driblar a complexa morfologia da flor e levar com êxito os grãos de pólen ao ovário. É graças a esse trabalho eficiente que a baunilha encapsula e, depois de nove meses, está em ponto de colheita. Após esse período, a fava passa por três banhos em água quente, quase fervente, para começar o processo de fermentação e secagem que vai intensificar o perfume das minúsculas sementes.

Na impossibilidade de "importar" os polinizadores, os produtores de Vanilla recorrem a um artifício delicado e trabalhoso, a polinização manual artificial. É exatamente como soa: com um pincel e mãos ágeis, um trabalhador imita o inseto ou pássaro, "pincelando" flor a flor na tentativa de fecunda-las. Isso e mais os riscos de contaminação por fungos e bactérias durante o processo de secagem das favas torna o cultivo de baunilha extremamente elaborado – e caro.

Plantando baunilha na sua casa


No Brasil, especialmente na região amazônica e no que restou da Mata Atlântica, tenta-se ainda timidamente cultivar Vanilla planiflora apoiada em mudas jovens de seringueiras e limoeiros. Mesmo aqui, a polinização precisa ser manual e ainda tem baixa produtividade. Portanto, se quiser ter uma Vanilla em casa, não espere colher tão cedo os louros – ops, os frutos! – de um bom cultivo.
postado em 2/09/2017 - Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

50 Dias de Verde - a sexta semana

Este é o resumo da sexta semana da série Jardim das Ideias - 50 Dias de Verde, onde nossa jardineira escritora e apresentadora e seus amigos verdinhos transformam o quintal de uma casa em Holambra num jardim de sonhos. Criada pela STIHL Ferramentas em parceria com o Jardim das Ideias, a ... (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

50 Dias de Verde - a quinta semana

Este é o resumo da quinta semana da série Jardim das Ideias - 50 Dias de Verde, onde nossa jardineira escritora e apresentadora e seus amigos verdinhos transformam o quintal de uma casa em Holambra num jardim de sonhos. Criada pela STIHL Ferramentas em parceria com o Jardim das Ideias, a ... (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

50 Dias de Verde - a quarta semana

Este é o resumo da quarta semana da série Jardim das Ideias - 50 Dias de Verde, onde nossa jardineira escritora e apresentadora e seus amigos verdinhos transformam o quintal de uma casa em Holambra num jardim de sonhos. Criada pela STIHL Ferramentas em parceria com o Jardim das Ideias, a ... (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

50 Dias de Verde - a terceira semana

Este é o resumo da terceira semana da série Jardim das Ideias - 50 Dias de Verde, onde nossa jardineira escritora e apresentadora e seus amigos verdinhos transformam o quintal de uma casa em Holambra num jardim de sonhos. Criada pela STIHL Ferramentas em parceria com o Jardim das Ideias, a ... (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

50 Dias de Verde - a segunda semana

Este é o resumo da segunda semana da série Jardim das Ideias - 50 Dias de Verde, onde nossa jardineira escritora e apresentadora e seus amigos verdinhos transformam o quintal de uma casa em Holambra num jardim de sonhos. Criada pela STIHL Ferramentas em parceria com o Jardim das Ideias, a ... (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

50 Dias de Verde - a primeira semana

Carol Costa vai mostrar que é possível transformar um quintal num jardim de sonhos em apenas 50 dias. É a série projeto 50 Dias de Verde, onde nossa jardineira escritora e apresentadora vai reunir seus amigos verdinhos numa casa em Holambra, a capital brasileira das flores. Criada pela STIHL Ferramentas ... (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

Plantas pendentes no programa É De Casa

Nossa jardineira Carol Costa esteve no dia 14 de abril de 2018 no programa "É De Casa", da TV Globo e conversou com a apresentadora Patrícia Poeta. O tema foi plantas pendentes, uma ótima pedida para quem tem pouco espaço ou quer dar um colorido especial para uma parede. Tem ... (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

Carol Costa no programa É de Casa da Rede Globo

Nossa jardineira Carol Costa é especialista em terrários, e dá aulas para quem quer aprender a construir estes mini-jardins. São pessoas com espírito de jardineiro, mas que possuem um problema comum em cidades: falta de espaço e tempo. Para isso, nada melhor do que um terrário: traz as plantas para ... (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

Sua chance de comprar o livro "Minhas Plantas" com desconto

Nossa jardineira Carol Costa é multi-uso: apresentadora de programa de rádio, de tv, youtuber, blogueira, professa, e claro, escritora. O livro "Minhas Plantas - Jardinagem Para Todos (Até Quem Mata Cactos)" já é um sucesso de vendas, ensinando de um jeito simples tudo o que você precisa para se tornar o ... (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

Dendrochilum filiforme, cores e tintas

Nossa jardineira Carol Costa começou o ano cheia de novos planos e colocando a mão na massa. Já nos primeiros dias de 2018 lançou o projeto 1 Verde Por Dia no Instagram (clique para conferir - @1verdepordia), e ainda atacou de decoradora. No melhor estilo DIY, ela resolveu dar uma cara ... (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

Maranta leuconeura var. erythroneura - 1 Verde Por Dia

Verdinho querido, feliz Ano Novo pra gente! Hoje, começo um projeto que venho sonhando desde 2014, o 1 Verde Por Dia (no Instagram @1verdepordia). A ideia é oferecer informações básicas pra ajudar você a encontrar a verdinha ideal pro seu jardim, vasinho ou canteiro. Cada foto vem com uma paleta ... (+)
Leia mais
© Carol Costa/Minhas Plantas

Feliz dia do Jardineiro

Parabéns pra você, pessoinha cheia de dúvidas e inseguranças, mas que enfia as mãos na terra com uma coragem que nem sabe de onde vem. Um viva procê que deixa o manjericão dar flor pras abelhas, pra você que salva joaninhas da chuva e alimenta minhocas como se fossem pets ... (+)
Leia mais
mostrar mais