página inicial / guia de plantas / palmeiras
ráfis
  • Nome popularráfis
  • Outros nomesrápis, pameira-ráfis, palmeira-rápis
  • Categoriapalmeiras
  • OrdemArecales
  • FamíliaArecaceae
  • Subfamília
  • Tribo
  • Subtribo
  • GêneroRhapis
  • EspécieRaphis excelsa
  • OrigemChina, Coreia e Japão
  • Tamanhode 2 m a 4 m
  • Propagaçãopor divisão de touceira e por estaca
  • Iluminação
    meia sombra
  • Regamédia água
  • Plantio
    o ano todo
  • Perfumadanão
  • Floração
    o ano todo
  • Frutosnão comestíveis
Ela é chinesa, ganhou status no Palácio Imperial do Japão, mas fez fama, mesmo, foi nas regiões úmidas e quentes do Brasil. Tantos carimbos no passaporte evidenciam o principal trunfo desta palmeira de porte pequeno e folhas grandes, espalmadas: a ráfis se adapta a quase qualquer lugar.

Ráfis é uma planta que resiste ao ar-condicionado dos escritórios


Consultórios médicos, escritórios e áreas públicas de shoppings - quase nada parece incomodar a ráfis. Nem mesmo o ar condicionado, inimigo número um das plantas delicadas, chega a causar sérios danos à bela folhagem esverdeada, principalmente se você se habituar a borrifar toda a planta com água fresca nos dias mais secos.

De crescimento lento, a ráfis é uma das preferidas dos paisagistas para a decoração de ambientes internos. Não passa de 4 metros de altura, cresce bem devagar, quase não junta poeira, não perde folhas e se mantém verdinha o ano todo quando colocada ao lado de uma janela bem iluminada.

Como a ráfis se reproduz


Em sol pleno, a ráfis produz longas hastes cheias de bolinhas que surgem da emaranhada trama envolvendo o caule e duram muitas semanas. As flores, minúsculas e amarelas, são divididas em femininas e masculinas e brotam em palmeiras diferentes, um truque para aumentar a diversidade genética dos descendentes, obrigando a polinização cruzada.

O melhor solo, a rega e o clima para a ráfis


Por ser uma espécie bem sensível ao frio e a mudanças bruscas de temperatura, mantenha a ráfis em lugar protegido de correntes de vento. Pode ser plantada em vaso ou diretamente no chão, mas cuide para que o solo não fique encharcado, porque a espécie detesta umidade nas raízes (mas nas folhas ela ama!). Pode ser facilmente reproduzida por divisão de touceiras, aproveitando-se os rebentos que ela produz na base da planta-mãe.