página inicial / guia de plantas / cactos
rabo-de-macaco
  • Nome popular rabo-de-macaco
  • Outros nomes
  • Categoria cactos
  • Ordem Caryophyllales
  • Família Opuntiaceae
  • Subfamília Cactoideae
  • Tribo Trichocereeae
  • Subtribo
  • Gênero Cleistocactus
  • Espécie Cleistocactus colademononis
  • Origem Bolívia
  • Tamanho até 50 centímetros
  • Propagação por estaca e por semente
  • Iluminação
    sol pleno
  • Rega pouca água
  • Plantio
    o ano todo
  • Perfumada não
  • Floração
    primavera
    verão
  • Frutos não comestíveis
Com seu caule longo e coberto de finos espinhos brancos, o cacto rabo-de-macaco cria um efeito e tanto em vasos ou floreiras suspensas. Nativo da Bolívia, ele é uma das poucas espécies de cactos pendentes — pode reparar, a maioria dessas suculentas são de crescimento globoso ou ereto, como a cadeira-de-sogra, por exemplo, ou o mandacaru. Essa particularidade faz com que estes "rabinhos" brancos sejam muito disputados em jardins verticais e telhados verdes, justamente as técnicas que mais precisam de plantas resistentes ao sol e de baixa manutenção, preferencialmente de crescimento pendente.

Cacto rabo-de-macaco dá flores e frutos coloridos


Se você já se encantou pelo rabo-de-macaco, espera só ver as flores avermelhadas que ele produz na primavera e no verão! São grandes e delicadas, embora pouco duráveis, secando em alguns dias para dar lugar ao frutinho vermelho que guarda as sementes. Você pode usá-las para reproduzir a espécie, mas é mil vezes mais fácil fazer mudas de rabo-de-macaco cortando pedacinhos do caule.

Como obter mudas do cacto rabo-de-macaco


Há três truques pra dar certo. O primeiro é deixar a cicatriz secar com algumas gotinhas de extrato de própolis (sem álcool), um produto contra fungos e bactérias encontrado em qualquer farmácia. Quando notar que a cicatriz da poda está seca, o que acontece uns doia ou três dias depois de cortar a muda, aí, sim, enterre a pontinha em uma mistura de substrato para mudas e areia em partes iguais.

Essa segunda dica é ainda mais fera se você caprichar bem na camada de drenagem no fundo do vaso, já que, como boa cactácea, o rabo-de-macaco é planta de sol forte e solo bem drenado. Regue em abundância, tomando o cuidado de não molhar a muda, e deixe o vaso em local ensolarado.

O terceiro truque e mais importante é adubar com Bokashi ou farinha de osso a cada três meses, para garantir que o rabo-de-macaco tenha energia para florir muito.

Durante o inverno, dê bastante tempo entre uma rega e outra para que o solo fique completamente seco por três semanas — daí, regue em abundância e deixe outro longo período sem água. Isso estimula a florada e evita doenças.