página inicial / guia de plantas / árvores
paineira
  • Nome popular paineira
  • Outros nomes paineira-rosa, árvore-de-lã, barriguda, árvore-de-paina, paina-de-seda, paineira-fêmea, Chorisia speciosa
  • Categoria árvores
  • Ordem Malvales
  • Família Malvaceae
  • Subfamília Bombacoideae
  • Tribo
  • Subtribo
  • Gênero Ceiba
  • Espécie Ceiba speciosa
  • Origem Brasil e Argentina
  • Tamanho de 15 a 30 m
  • Propagação por estaca
  • Iluminação
    meia sombra
    sol pleno
  • Rega média água
  • Plantio
    o ano todo
  • Perfumada sim
  • Floração
    primavera
    verão
  • Frutos não comestíveis
Pode perguntar para seus parentes mais velhos que é batata: alguém já dormiu em um travesseiro recheado de paina. Quando ninguém ainda tinha ouvido falar em "viscoelástico" ou nem imaginava que a Nasa pudesse estampar a embalagem da roupa de cama, almofadas, travesseiros e bichos de pelúcia eram todos feitos com a lã macia e branca dos frutos da paineira.

Paineira é árvore brasileira de grande porte


Árvore ornamental brasileira de flores grandes e vistosas, essa espécie produz frutos semelhantes a abacates, só que de casca muito dura. É difícil encontrá-los ainda fechados no chão: eles se abrem ainda no pé, nos galhos mais altos, estourando a casca depois de muitos dias de exposição ao sol. Assim, maduros, estão prontos para serem fuçados pelos passarinhos que, como o vento, são os responsáveis pela dispersão das sementes. De beija-flores a periquitos e maritacas, é grande o número de aves que recheia seus ninhos com paina - uma maneira muito confortável de manter os ovos aquecidos e protegidos de umidade.

A lã da paina serve para forrar travesseiros, e o tronco da paineira é leve e mole


Presente em praças e canteiros de Goiás, Paraná, São Paulo, Minhas Gerais, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul, a paineira é rústica e tem crescimento rápido, o que a torna forte candidata na recuperação de áreas degradadas. Seu tronco, que pode passar dos 25 metros de altura, tem saliências pontiagudas semelhantes a espinhos grossos, uma característica que facilita a identificação da árvore. Leve, mole e de baixa durabilidade, a madeira é usada em canoas, caixotes e tamancos, além de compor a pasta celulósica, material mais comumente utilizado na fabricação de papel.


A melhor forma de plantar uma paineira


Quer ensinar seu filho a plantar uma árvore? Colha os frutos ainda fechados e deixe-os no sol até que a casca estoure – peça para a molecada pisar em cima para checar. Abra a baga com cuidado e aproveite para observar a beleza da lá ainda úmida, toda compartimentada, como uma espiga de milho felpuda. Essa é a melhor hora para retirar as sementes, uma vez que, com a lã seca e volumosa, os grãos se enroscam e tornam a tarefa mais trabalhosa. Para se ter uma ideia de rendimento, um quilo de paina contém quase 6 mil sementinhas!

Como deve ser o solo para plantar as sementes da paineira


Coloque as sementes para germinar em sementeira ou saquinhos individuais, em terra misturada a areia e composto orgânico em partes iguais, mantendo-as à meia sombra. Cubra com um tico de substrato peneirado e regue duas vezes ao dia, sem encharcar. Em menos de quatro meses, as mudas estarão prontas para o plantio em local definitivo – que deve ser bem espaçoso, para dar conta de uma árvore tão grande.

Clique para saber mais sobre paineira nas seguintes seções do site:
Dúvidas frequentes sobre paineira
Vídeos sobre paineira
Galerias de imagens com paineira
Posts no blog sobre paineira
Áudios sobre paineira
Eventos sobre paineira
Culinária com paineira