página inicial / guia de plantas / flores
lavanda
  • Nome popularlavanda
  • Outros nomesalfazema, lavanda-francesa
  • Categoriaflores
  • OrdemLamiales
  • FamíliaLamiaceae
  • Subfamília
  • Tribo
  • Subtribo
  • GêneroLavandula
  • EspécieLavandula dentata
  • OrigemMediterrâneo
  • Tamanhode 60 a 90 cm
  • Propagaçãopor divisão de touceira
  • Iluminação
    sombra
  • Regapouca água
  • Plantio
    o ano todo
  • Perfumadasim
  • Floração
    inverno
    outono
    primavera
  • Frutoscomestíveis
A lavanda é uma das poucas flores que basta a gente fechar os olhos para seu perfume vir à mente. Pudera, ela contém um dos óleos essenciais mais usados no mundo, base para uma infinidade de cremes, shampoos, amaciantes e outros produtos de beleza e limpeza. Os romanos usavam a lavanda para lavar roupa, tomar banho e aromatizar ambientes e foram os primeiros a se beneficiar das propriedades calmantes da flor, empregada até hoje para controlar insônia, estresse e ansiedade, além de manter as traças afastadas das roupas guardadas.

Lavanda é conhecida pelo perfume e pode ser tempero


Típica da região que vai do sul da Europa ao norte da África, da Arábia e das Ilhas Canárias, a lavanda prefere clima frio, o que a torna resistente até a geadas ocasionais. Graças às modernas técnicas de aperfeiçoamento genético, hoje existem variedades adaptadas ao clima tropical, o que possibilita o cultivo da flor em quase todo o país. Esse melhoramento também possibilitou a criação de lavandas de flores brancas e azuladas, além das clássicas violetas e roxas.

Apesar de ser tão conhecida e de cada vez cair mais no gosto dos brasileiros, pouca gente conhece os usos culinários da lavanda. Se você nunca comeu uma dessas flores, faça o teste em seu próprio jardim (assim, você terá a certeza de não ingerir nenhum pesticida), retirando apenas os grãos de pólen, que são amargos e podem dar alergia. As pétalas têm um gosto adocicado que aromatiza mel, vinhos, sorvetes, vinagres e biscoitos. Por ser da mesma família do alecrim, pode substituí-lo em ensopados e pratos com carne – sempre com moderação, porque seu perfume é bem forte e pode contaminar toda a refeição.

Plantando a lavanda no Brasil e como conseguir mudas e flores


Mais comum no Brasil do que a prima inglesa (Lavandula angustifolia), a lavanda-francesa tem flores de um lilás acinzentado, hastes curtas e folhagem densa. Gosta tanto de sol que possui um mecanismo interno para detectar em que época do ano os dias ficam mais longos do que as noites, para então florescer por todo o verão. O solo deve ser mais arenoso, preparado com uma mistura de areia, terra e composto orgânico. Depois que se acostuma ao lugar, a lavanda resiste bem tanto a períodos de seca quanto à geada, o que a torna especialmente boa para quem mora no Sul do país e em regiões serranas.

Para que a planta fique com um aspecto mais bonito, pode as flores assim que secarem – elas rendem saquinhos perfumados para as roupas – e apare a folhagem no começo da primavera. Se quiser fazer mudas, recolha sementes ou corte estacas das pontas dos ramos mais fortes, nunca da base da planta, o que poderia matar a touceira toda. Quem mora em casa pode fazer um caminho de lavandas contornando toda a fachada – e aposentar de vez o Confort na hora de passar roupas.