página inicial / guia de plantas / arbustos
camarão
  • Nome popular camarão
  • Outros nomes camarão-vermelho, flor-camarão, camarão-vegetal, planta-camarão, Beloperone guttata
  • Categoria arbustos
  • Ordem Lamiales
  • Família Acanthaceae
  • Subfamília Acanthoideae
  • Tribo Justicieae
  • Subtribo
  • Gênero Justicia
  • Espécie Justicia brandegeeana
  • Origem México
  • Tamanho até 1 m
  • Propagação por divisão de touceira, por estaca e por muda
  • Iluminação
    meia sombra
    sol pleno
  • Rega média água
  • Plantio
    inverno
    primavera
  • Perfumada não
  • Floração
    o ano todo
  • Frutos não comestíveis
Quem olha uma touceira de camarão logo entende por que a planta ganhou esse nome popular, mas, na verdade, suas flores são... brancas! É que, na verdade, o que consideramos flores são as folhas avermelhadas que surgem na ponta dos galhos, estruturas em forma de espiga que se sobrepõem como escamas para proteger as pequeninas flores brancas com pintinhas vermelhas.

Os botânicos chamam essas "escamas" do camarão de "brácteas", folhas modificadas semelhantes às que chamamos de "flor" tanto no antúrio quanto no bico-de-papagaio, para citar só dois exemplos dos mais comuns. Há muitas funções para as brácteas, mas as mais comuns são proteger e chamar a atenção dos polinizadores para flor verdadeira, essa, sim, capaz de produzir sementes e garantir a continuidade da espécie.

Nomeado em homenagem ao horticultor escocês James Justice (1698-1763), o gênero Justicia possui cerca de 420 espécies, entre arbustos e plantas de menor porte. Todas produzem essas atrativas espigas na ponta dos ramos, de tons que variam do branco ao vermelho cor de tijolo, passando por amarelo, rosa, lilás e verde.

Plantar arbusto camarão atrai borboletas e beija-flores


Queridinho de borboletas e beija-flores, o camarão traz vida ao jardim e floresce quase o ano todo. Nativo do México, esse arbusto costuma ser usado como cerca viva e em bordas de canteiros — seu crescimento é rápido e a manutenção, simples, mas a planta tem um ciclo de vida relativamente curto, de apenas cinco anos.

Como regar o camarão e como é o solo para cultivar a planta


Apesar do nome, o camarão não gosta de muita água, por isso, molhe-o duas vezes por semana, sempre esperando a terra secar entre uma rega e outra. Pelo mesmo motivo, o substrato precisa ser bem afofado e mantido com uma mistura de terra vegetal e composto orgânico em partes iguais, facilitando o escoamento da água excedente. Se for cultivá-lo em vaso, faça o fundo com uma boa camada de pedras, isopor, cacos de telha ou argila expandida, evitando que as raízes fiquem imersas na sobra da rega.