página inicial / guia de plantas / hortaliças
alecrim
  • Nome popularalecrim
  • Outros nomesrosmarino, alecrim-comum, alecrim-de-casa, alecrim-de-cheiro, alecrim-de-horta, alecrim-de-jardim, alecrim-rosmarinho, erva-coroada, erva-da-graça, flor-de-olimpo, rosa-marinha, rosmarinho
  • Categoriahortaliças
  • OrdemLamiales
  • FamíliaLamiaceae
  • Subfamília
  • Tribo
  • Subtribo
  • GêneroRosmarinus
  • EspécieRosmarinus officinalis
  • OrigemMediterrâneo
  • Tamanhode 60 cm a 1,8 m
  • Propagaçãopor estaca e por semente
  • Iluminação
    sol pleno
  • Regapouca água
  • Plantio
    o ano todo
  • Perfumadasim
  • Floração
    primavera
  • Frutoscomestíveis
Com flores aromáticas brancas, rosadas, lilases ou azuladas, o alecrim foi batizado de
Rosmarinus ("orvalho do mar", em latim) porque crescia espontaneamente na areia das praias do
Mediterrâneo. Diz-se que suas flores ajudaram a rainha Isabel da Hungria a se curar de gota, em 1338. Napoleão Bonaparte se refrescava com uma colônia de folhas de alecrim e até mesmo Shakespeare recomendava a erva para "os homens de meia idade".

A fama do alecrim como planta de usos mágicos é ainda mais antiga: os gregos acreditavam que a erva só brotava na casa dos justos e os ingleses até hoje cobrem os túmulos dos heróis com ramos frescos. Feiticeiros e curandeiros medievais também usavam as folhas queimadas sobre brasa para afastar o diabo do lar.

Muitas dessas superstições se baseiam numa verdade: os óleos aromáticos do alecrim, de fato, afastam muitos males. São eles os responsáveis por manter as traças longe das roupas, combater a caspa no couro cabeludo e afastar vermes atraídos por corpos em decomposição. O forte sabor que sentimos ao mastigar um ramo fresco lembra cravo, pinho, cânfora, hortelã, gengibre e noz-moscada – use com moderação especialmente em pratos de longo cozimento, porque o calor não dissipa os aromas.

Picado miúdo, o alecrim é muito usado para temperar pães, peixes, carnes (principalmente de cordeiro) e molho de tomate. Realça o sabor dos cogumelos, legumes e batatas assados e aromatiza como ninguém os azeites. Aliás, uma forma inteligente de armazenar folhas frescas de alecrim é espalhá-las por bandejinhas de gelo e enchê-las com azeite, congelando em seguida.

Como fazer e conservar alecrim seco em casa


Quando seco corretamente, o alecrim se mantém muito aromático: espalhe folhas e flores em uma bandeja coberta por papel toalha e deixe em local seco e escuro por pelo menos duas semanas ou até que as folhas estalem quando amassadas. Armazene em potes herméticos sempre mantidos longe do calor e da umidade – o primeiro dissipa o perfume e o segundo acelera o apodrecimento. Como a maioria das ervas secas, o alecrim desidratado dura até seis meses e deve ser usado em quantidade menor do que o fresco, já que o processo concentra os sabores.

Não bastassem tantos usos, o alecrim é uma das ervas mais indicadas para tratamento de artrite e outros males nas articulações. Cinco gotas de seu óleo essencial ajudam a tirar o inchaço e a dor de uma pancada. Apenas inalar seu perfume estimula a concentração e combate a depressão. O chá, preparado tanto com folhas frescas quanto com secas, pode ser usado como digestivo e para aliviar dor de cabeça (só não deve ser tomado por grávidas).

Como reproduzir e cultivar o alecrim em vasos e jardim


Embora seja difícil de germinar de sementes, o alecrim pode ser propagado por estacas feitas com galhos bem formados, de 10 cm, cultivados em areia e composto orgânico úmido. Elas enraízam em poucas semanas e já podem ser transplantadas para um vaso grande ou canteiro definitivo, com terra, areia e húmus de minhoca. Não exagere nem nas regas nem na adubação, uma vez que a planta vem de lugares de solo pobre e seco, onde venta muito e o sol não dá trégua. São esses dois erros básicos, aliás, que causam a morte de muito alecrim em hortas caseiras: regar demais e deixar em lugar sombreado.

Entre as muitas variedades, há o alecrim-rasteiro, com menos de 60 cm de altura, mas que se espalha por até 2,4 metros; o alecrim-toscano, pouco resistente ao frio; o alecrim-vertical, o maior de todos, com quase 2 metros de altura, e ainda variedades de flores rosadas (Rosmarinus officinalis var. "Majorca rosa") ou de folhas azuladas (Rosmarinus officinalis var. "Corsican prostrate"), mais procurados por suas flores do que pelas folhas.