Tu te tornas responsável por aquilo que cultivas.
página inicial / culinária / bolos
© Carol Costa/Minhas Plantas

Bolo de cenoura de fada

Carol Costa
Não sei o queria da minha vida sem fadas. São elas que cuidam dos meus gatos quando viajo, que molham minhas plantas no calor, que alertam para o arroz que eu esqueci no fogo e vai queimar. A Aurora, minha fada-mãe, até nome esotérico tem. Como bom ser mágico, ela logo mostrou seus dons especiais, que desenvolveu em outras vidas, afinal, não cabem tantas numa mulher só. Foi costureira de grandes marcas de jeans, trabalhou como cozinheira em casa de gente bamba e fala com as plantas com tanto carinho que qualquer dia elas respondem.

A Aurora me ensinou a fazer esse bolo de cenoura depois de me ver apanhar de uma receita ruim. Se você já tentou cozinhar sem a supervisão das fadas, vou te dizer: bolo de cenoura embatuma. Fica fofinho em cima pra dar aquela enganada, mas basta partir pra ver que a massa se concentrou embaixo, deixando a receita com a maciez de um paralelepípedo.

Minha vida era assim até a Aurora me ensinar esta receita dela, que, claro, tem ingrediente secreto, pó de pirlimpimpim, que fada é assim mesmo. Bota magia nas coisas e depois diz que não tem nada demais, "é receita de caixinha de bolo, Carol". Sei. Melhor não discutir com fadas, senão, tão rápido quanto entraram na sua vida, elas batem as asas e desaparecem para a Terra do Nunca.

Ingredientes

Para a massa
- 2 cenouras médias
- 2 ovos
- 1 e 1/2 xíc. (chá) de açúcar
- 2 xíc. (chá) de farinha de trigo
- 1/2 xíc. (chá) de óleo
- 4 col. (sopa) de canela em pó
- 4 col. (sopa) de açúcar de confeiteiro
- 1 col. (sobremesa) de fermento em pó

Para a cobertura
- 2 col. (sopa) de chocolate em pó
- 1 col. (sopa) de manteiga sem sal
- 1 lata de leite condensado
- 3 col. (sopa) de leite integral
- 1/2 xíc. (chá) de amêndoas picadas (guarde algumas amêndoas inteiras para enfeitar)
Preparo: 20 minutos (mais 40 minutos de forno)
Rendimento: 8 a 10 porções
Dificuldade: fácil

Modo de Preparo

1. Rale a cenoura e bata no liquidificador junto com os ovos.
2. Sem parar de bater, adicione o açúcar aos poucos.
3. Despeje a massa em uma tigela grande e acrescente a farinha e o óleo, mexendo bem com uma espátula. Reserve.
4. Ligue o forno em temperatura média.
5. Unte a forma com manteiga e esfarinhe com o açúcar de confeiteiro e a canela em pó (olha o pó de pirlimpimpim aí!).
6. Adicione o fermento à massa, mexa para misturar e despeje na forma untada e polvilhada com açúcar e canela. Asse por aproximadamente 40 minutos ou até que um palito espetado na massa saia seco.
7. Enquanto o bolo assa, misture os ingredientes da cobertura e leve ao fogo baixo, mexendo sempre. A consistência ficar mais parecida com calda do que com brigadeiro.
8. Despeje a cobertura no bolo ainda quente e enfeite com amêndoas inteiras.